28 fevereiro, 2024

Últimas:

Copa do Brasil 2023 terá premiação recorde, e campeão recebe R$ 70 milhões; veja cotas

Anúncios

A Copa do Brasil 2023 terá mais uma vez premiação recorde, com aumento no valor das cotas de premiação em todas as fases. O que significa um valor total de R$ 420 milhões distribuídos ao longo da disputa.

Do montante, R$ 100 milhões estão reservados apenas para a final, com o segundo colocado levando R$ 30 milhões e o grande campeão embolsando R$ 70 milhões. Um acréscimo de R$ 10 milhões em relação ao que o Flamengo faturou pelo título do ano passado.

Anúncios

Os valores foram confirmados com a assessoria da CBF nesta quarta-feira.

Outra mudança foi a diferença no critério para a distribuição de cotas nas duas primeiras fases, que deixa de lado o ranking nacional de clube e agora adota a distribuição dos clubes nas divisões do Campeonato Brasileiro.

Anúncios

Assim, dez clubes da Série A iniciam a competição com uma cota de R$ 1,4 milhão. Caso se classifiquem para a segunda fase, receberão mais R$ 1,7 milhão.

Em um segundo grupo estão 16 clubes da Série B, que largam com R$ 1,25 milhão, e em caso de classificação receberão mais R$ 1,4 milhão na segunda fase.

Tabela com as cotas de premiação da Copa do Brasil 20023 — Foto: Reprodução
Tabela com as cotas de premiação da Copa do Brasil 20023 (Foto: Reprodução)

Por fim, o terceiro grupo é composto por 54 equipes, distribuídas nas Séries C, D e os que estão sem divisão nacional. Pela primeira fase, cada um receberá R$ 750 mil, e em caso de avanço para a segunda fase embolsarão mais R$ 900 mil.

A partir da terceira fase, o valor das cotas se torna único (R$ 2,1 milhões). Nessa etapa, além dos 20 clubes classificados das duas primeiras fases, entram na Copa do Brasil: Atlético-MG, Fortaleza, Flamengo, Palmeiras, Athletico, Internacional, Corinthians e Fluminense, que virão da Libertadores, além de São Paulo, classificado via Brasileirão, Cruzeiro, campeão da Série B, Sport, vice-campeão da Copa do Nordeste, e Paysandu, campeão da Copa Verde.

Desta forma, ao todo, somando todas as fases, o campeão da Copa do Brasil acumulará R$ 91,8 milhões se vier desde a primeira fase e fizer parte do grupo 1; R$ R$ 91,35 milhões se fizer parte do grupo dois, ou R$ R$ 90,35 milhões se vier do grupo 3.

Já se o campeão for uma das 12 equipes que iniciarão a partir da terceira fase, o prêmio acumulado em caso de título será de R$ 88,7 milhões.

Divisão dos clubes

Grupo 1 – Clubes da Série A: América-MG, Bahia, Botafogo, Coritiba, Cuiabá, Goiás, Grêmio, Bragantino, Santos e Vasco

Grupo 2 – Clubes da Série B: ABC, Atlético-GO, Avaí, Botafogo-SP, Ceará, Chapecoense, CRB, Criciúma, Ituano, Juventude, Londrina, Ponte Preta, Sampaio Corrêa, Tombense, Vila Nova e Vitória

Grupo 3 – Clubes da Séries C e D e sem divisão: Humaitá-AC, São Francisco-AC, ASA-AL, CSA, Trem-AP, Manaus, Princesa do Solimões-AM, Atlético de Alagoinhas, Jacuipense, Bahia de Feira, Caucaia, Ferroviário, Iguatu, Brasiliense, Ceilândia, Real Noroeste, Vitória-ES, Cordino, Tuntum, União Rondonópolis-MT, Nova Mutum-MT, Operário-MS, Athletic, Caldense, Democrata, Remo, Tuna Luso, Águai de Marabá, Campinense, Botafogo-PB, Maringá, Náutico, Retrô, Santa Cruz, Fluminense-PI, Parnahyba, Nova Iguaçu, Resende, Volta Redonda, América-RN, Ypiranga de Erechim, Brasil-RS, São Luiz, Real Ariquemes, São Raimundo-RR, Brusque, Camboriú. Marcílio Dias, Ituano, São Bernardo, Marília, Sergipe, Falcon e Tocantinópolis

Entram na terceira fase – Palmeiras, Internacional, Fluminense, Corinthians, Flamengo, Athetico-PR, Atlético-MG e Fortaleza (via Libertadores), São Paulo (via Brasileiro), Cruzeiro (via Série B), Sport (via Copa do Nordeste), Paysandu (via Copa Verde)

Fonte: G1

Últimas

Consórcio inicia ano acelerado e cresce mais de 10%

28/02/2024

Quase R$ 28 bilhões em negócios com 370 mil cotas vendidas em janeiro e mais de...

Categorias