Confeiteiro do interior de SP cria coleção de ovos de Páscoa cobertos com ouro 24 quilates que custam até R$ 30 mil

A Páscoa é a data mais esperada pelo confeiteiro. Por isso, ele não mediu esforços para elaborar a coleção. “A Páscoa é um momento mágico para nós da área. O momento mais esperado para quem cria. É o momento da inovação”, diz.

O confeiteiro atua no ramo de doces finos há dez anos. Porém, desde a Páscoa do ano passado já estava preparando o diferencial do ouro 24 quilates para uma coleção completa.

Helder Godoy, confeiteiro de Bauru, atua no ramo dos doces finos há mais de 10 anos — Foto: Nah Lousano Fotografia/Divulgação

Helder Godoy, confeiteiro de Bauru, atua no ramo dos doces finos há mais de 10 anos — Foto: Nah Lousano Fotografia/Divulgação

Segundo Helder, os nobres doces conquistam paladares de todo o país, inclusive de celebridades, como Neymar, Gusttavo Lima, Luciana Gimenez, David Brasil, e ex-BBBs como Sarah Andrade, que encomendam os produtos.

O ovo de Páscoa coberto com folhas de ouro 24 quilates é feito com chocolate belga sob encomenda. O preço varia de R$ 2,8 mil a mais de R$ 30 mil, a depender das opções escolhidas pelo cliente sobre tamanho e recheio.

“Essa coleção de 2022 eu pensei em trazer o glamour, o luxo, com a combinação do chocolate, um dos doces mais incríveis que temos. Eu sou apaixonado por chocolate. E assim nasceu a coleção 24k, unindo a preciosidade do chocolate com o requinte do ouro.”

Além das opções com o nobre metal, a coleção, que contém 23 opções diferentes de sabores, traz também os doces tradicionais. Além do ovo, há também as trufas e as barras de chocolate cobertas com a folha de ouro.

Confeiteiro de Bauru atua no ramo de doces finos há 10 anos e, em 2022, trouxe a coleção idealizada com ouro 24 quilates — Foto: Nah Lousano Fotografia/Divulgação

Confeiteiro de Bauru atua no ramo de doces finos há 10 anos e, em 2022, trouxe a coleção idealizada com ouro 24 quilates — Foto: Nah Lousano Fotografia/Divulgação

Processo de criação

Preço dos ovos de chocolate belga cobertos com ouro varia de R$ 2,8 mil a mais de R$ 30 mil em Bauru — Foto: Nah Lousano Fotografia/Divulgação

Preço dos ovos de chocolate belga cobertos com ouro varia de R$ 2,8 mil a mais de R$ 30 mil em Bauru — Foto: Nah Lousano Fotografia/Divulgação

Para fazer as iguarias, Helder precisa importar as folhas comestíveis do metal precioso da Itália. O empresário confirmou que as folhas derretem na boca e são facilmente deglutidas.

Inclusive, especialistas em nutrição explicam que o ouro puro, sem nenhum outro metal, não agride o corpo humano. Ao contrário, é reconhecido pelo efeito direto nas atividades do coração e auxilia na circulação sanguínea.

Para fazer as iguarias, Helder, confeiteiro de Bauru, precisa importar as folhas comestíveis do metal precioso da Itália — Foto: Nah Lousano Fotografia/Divulgação

Para fazer as iguarias, Helder, confeiteiro de Bauru, precisa importar as folhas comestíveis do metal precioso da Itália — Foto: Nah Lousano Fotografia/Divulgação

Helder contou ao g1 que, para produzir os ovos de Páscoa folheados a ouro, é necessário aplicar folha por folha do metal precioso sobre a casca de chocolate seca e, com a ajuda de um pincel, fixá-las até o acabamento.

Já para a produção das trufas de chocolate belga com o ouro, a folha é colocada boiando sobre a água em uma tigela e, com um palito, o doce é mergulhado sobre a folha até estar envolto pelo metal.

O processo deve ser rápido, com duração de segundos, de acordo com Helder, para que o chocolate não tenha contato com a água. Afinal, se o doce absorver a água, ele deve ficar pastoso.

Helder, confeiteiro de Bauru, confirmou que as folhas derretem na boca e são facilmente deglutidas — Foto: Nah Lousano Fotografia/Divulgação

Helder, confeiteiro de Bauru, confirmou que as folhas derretem na boca e são facilmente deglutidas — Foto: Nah Lousano Fotografia/Divulgação

Fonte: G1