Concurso do Banco do Brasil: resultado final é divulgado

A Fundação Cesgranrio divulgou nesta terça-feira (21) o resultado final do concurso público do Banco do Brasil para 4.480 vagas de escriturário.

Para ter acesso aos resultados, os candidatos devem colocar o CPF e senha.

São 2.240 vagas imediatas e 2.240 para formação de cadastro de reserva, para todos os estados e o Distrito Federal. A seleção foi destinada para o cargo de escriturário, com os nomes de relacionamento de agente comercial e agente de tecnologia.

Segundo o banco, as convocações serão realizadas preferencialmente de forma digital, via e-mail. O candidato que precisar atualizar seus dados poderá obter informações por meio do WhatsApp BB (61) 4003-5291 ou em uma das unidades de atendimento do Banco do Brasil.

A convocação dos aprovados deve ter início em janeiro, de acordo com o BB. A expectativa é que os classificados no cadastro de reserva comecem a ser chamados no segundo semestre.

Foram 1.645.975 inscritos para concorrer às vagas de escriturário, mas 765.545 ( 48%) faltaram no dia da prova, realizada em 26 de setembro.

A divisão das vagas foi a seguinte:

  • 2 mil vagas para Escriturário – Agente Comercialmais 2 mil de cadastro reserva, para atuação nas unidades de negócios em todos os estados e no Distrito Federal;
  • 240 vagas de Escriturário – Agente de Tecnologia, e outras 240 para cadastro de reserva, com foco em Conhecimentos de TI, para vagas somente no Distrito Federal.

O cargo de escriturário possui nomenclaturas específicas para uso no relacionamento com o mercado, que variam de acordo com a unidade em que o funcionário está lotado. Para este concurso, os candidatos puderam concorrer para agente comercial, que trabalha na rede de agências do BB, em todo o país, ou para agente de tecnologia, que assume na área de Tecnologia, em Brasília.

Exigências e remuneração

Para participar da seleção, foram exigidos certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio e idade mínima de 18 anos completos até a data da contratação.

Há possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros ou resultados; vale-transporte; auxílio-creche; auxílio a filho com deficiência e previdência complementar. Os funcionários do BB possuem ainda acesso à Universidade Corporativa Banco do Brasil (UniBB).

Do total, 5% das vagas foram reservados para pessoas com deficiência e 20% para candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos.

Foram ofertadas vagas em dependências situadas em todos os estados e no Distrito Federal. No momento da inscrição, o candidato teve de escolher a UF/Macrorregião/Microrregião e a cidade de realização das provas.

Ou seja, ao optar por concorrer a determinada UF/Macrorregião/Microrregião, o candidato foi automaticamente vinculado a ela para fins de realização de provas, de classificação e de contratação.

A seleção tem validade de um ano, a contar da data de publicação do edital de homologação dos resultados finais, podendo ser prorrogada, uma única vez, por igual período. Ou seja, é nesse período que o banco pode chamar os candidatos aprovados.

No caso das dentro do cadastro de reserva, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Concurso ocorre após banco lançar PDVs

O concurso foi lançado após o Banco do Brasil anunciar em janeiro a abertura de dois Programas de Demissão Voluntária com a previsão de adesão de cerca de 5 mil funcionários.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Em fevereiro, o BB informou que haviam sido validadas 5.533 adesões aos dois programas de desligamentos voluntários anunciados em janeiro.

Em julho de 2019, o banco anunciou outro plano de desligamento incentivado. Aderiram ao PDV 2.367 funcionários.

Fonte: G1