Com caso encerrado na Suíça, rei emérito da Espanha aparece em Abu Dhabi

O rei emérito da Espanha, Juan Carlos I, fez uma rara aparição pública em uma partida de tênis em Abu Dhabi no sábado (18), cinco dias depois que um processo contra ele na Suíça por lavagem de dinheiro foi arquivado, confirmou um correspondente da AFP.

Na segunda-feira, após três anos de investigação, a justiça de Genebra encerrou o caso dos bens de Juan Carlos I.

Em agosto de 2018, um julgamento por “lavagem de dinheiro agravada” foi lançado após a publicação de artigos na imprensa alegando que o monarca deposto havia recebido propinas, incluindo US $ 100 milhões pagos pela Arábia Saudita.

Juan Carlos I, que teve que renunciar em 2014 em meio a escândalos, apareceu em uma partida do espanhol Rafael Nadal durante o Mubadala World Tennis Championship, torneio organizado por Abu Dhabi, rico emirado do Golfo, no qual o rei emérito se exilou.

A transferência desses 100 milhões de dólares pelo reino saudita é também o centro de uma das três investigações contra o rei emérito espanhol, de 83 anos, figura central na restauração da democracia após a morte do ditador Franco em 1975.

A investigação ainda está em andamento na Espanha, onde os promotores decidiram no início de dezembro prorrogá-la por seis meses.

Em Londres, Corinna zu Sayn Wittgenstein está tentando processar Juan Carlos I por supostos atos de assédio após sua separação, mas o ex-soberano invocou seu direito à imunidade como membro da família real.

A justiça britânica ainda não se pronunciou.

Fonte: Yahoo!