Com 70% da população vacinada contra a Covid-19, Gibraltar inicia reabertura

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Gibraltar vai iniciar nesta quinta-feira (25) uma reabertura quase total após praticamente zerar os novos casos de Covid-19 e atingir a marca de 70% da população vacinada contra o coronavírus.

A partir desta noite, cai o toque de recolher que estava imposto no pequeno território britânico encravado no extremo sul da Península Ibérica. Bares e restaurantes poderão ficar abertos até as duas da manhã. Além disso, a partir de sábado, a exigência do uso de máscaras em todos os espaços abertos será retirada.

Mais de 24 mil moradores de Gibraltar tomaram a vacina contra a Covid-19. Esse número equivale a mais de 70% dos 33 mil habitantes do território. As autoridades locais também estão vacinando cidadãos da vizinha Espanha que cruzam a fronteira todos os dias para trabalhar — estima-se que 10 mil pessoas nessa situação já se vacinaram.

Os resultados da imunização em massa e do distanciamento rigoroso surtiram efeito. Somente um novo caso de Covid-19 foi relatado em Gibraltar na semana passada. E, no domingo, o hospital St. Bernard deu alta ao último paciente da doença. Ainda há 15 casos ativos no território, monitorados pelas autoridades.

O ministro-chefe de Gibraltar, Fabian Picardo, comemorou os números, sobretudo porque o território passou por um pico de casos e mortes em janeiro. A média móvel de novos diagnósticos chegou a 127 registros da doença por dia logo depois das festas de fim de ano. Ao todo, 94 pessoas morreram por Covid-19 no local.

“Estamos deixando para trás nosso inverno mais mortal e entrando em nossa primavera mais esperançosa”, disse Picardo.

Governo ainda em alerta

Alunos passam diante de cartaz com informação sobre a Covid-19 em Gibraltar, em foto de 4 de março de 2021 — Foto: Bernat Armangué/AP Photo
Alunos passam diante de cartaz com informação sobre a Covid-19 em Gibraltar (Fotos: Reprodução)

As esperanças de retorno à normalidade sem pandemia, porém, convivem com a cautela. Afinal, o restante da Europa passa por um novo momento crítico da crise de saúde — o ritmo de vacinação no continente segue lento e governos relutam em renovar as medidas de confinamento.

Por isso, Gibraltar ainda vai restringir ainda por algum tempo aglomerações e grandes encontros sociais. O governo local também está desenvolvendo um aplicativo que funcionará como um certificado de vacinação, semelhante ao que outros países da Europa estudam adotar para reativar as viagens e o turismo.

“A pandemia global não ficou totalmente para trás. Devemos seguir adiante cuidadosamente para resguardar esse progresso incrível pelas próximas semanas e próximos meses”, admitiu Picardo.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes