Artigo: Os sonhos não envelhecem – Por Dr. André Balbi

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Cada vez que ouço este verso, cantado por Milton Nascimento na bela canção “Clube da Esquina 2”, compos­ta há mais de 40 anos fico pensando em seu amplo significado. Fa­lando originalmente da ditadura no Brasil, des­taca a importância dos jovens naquele período (“porque se chamava moço, também se cha­mava estrada…). “Os sonhos não envelhe­cem” e, acrescento por minha conta, eles se re­novam

Tenho uma imagem co­migo que o tempo passa de modo diferente para pessoas diferentes. Al­gumas pessoas param no tempo enquanto o tempo passa por elas. E ao passar, o tempo acaba levando outras pessoas que, inicialmente mais jovens, acabam ficando mais velhas que aquelas que eram mais velhas que elas. É como uma corrida de carros, onde o tempo é a pista e as pessoas são os carros.

Pessoas que fazem o tempo parar são aquelas que tem sonhos que não envelhecem. E hoje diri­gindo este imenso HC, vejo muitas delas reno­vando sonhos para que eles não envelheçam. Vejo jovens de qualquer idade com ideias arroja­das que logo vão trans­formar o HC em um hos­pital mais organizado e acolhedor do que ele já é.

Encontrei, nos últimos dias, algumas multidões de pessoas. Explico. Fui a alguns locais em que havia um aglomerado de pessoas esperando algo, desde o início de um show do Roberto Carlos até o gol do SPFC em um Morumbi lotado. Mas o que mais me impressio­nou foi a multidão de pes­soas que vi em uma des­tas manhãs, esperando uma consulta médica nos ambulatórios que temos. Naquela estrutura velha e desgastada pelos anos de uso, encontrei pesso­as que talvez estivessem sonhando com uma con­dição clínica melhor. E como nossos sonhos não envelhecem mas se reno­vam, quase anunciei que em breve teremos um novo prédio de ambula­tórios, belo e digno como a condição clínica que eles tanto sonham.

Por falar em tempo e sonho, completo nestes dias um ano de impro­vável parceria com o Géro, que me deu este espaço em seu jornal. Já são mais de 40 textos publicados neste perío­do. Resolvi então guar­dá-los em uma gaveta virtual em forma de blog* (ainda em cons­trução) para que sejam abertos pelos mais co­rajosos ou aqueles com mais paciência. Espero que tenham voluntá­rios: www.andrebalbi. blogspot.com.

 

Dr André Balbi é médico nefrologista, professor adjunto de Nefrologia da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB) e atual Superintendente do HCFMB.

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes