Artigo: Força estranha – Por André Balbi

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Eu vi a mulher preparan­do outra pessoa, o tempo parou pra eu olhar para aquela barriga. A vida é amiga da arte… são versos compostos por Caetano Veloso que me fizeram hoje, ao ouvir esta canção chamada Força Estranha, imagi­nar um lindo cenário, onde se destacavam uma mulher grávida em um fundo preto.

Fiquei pensando no que sentem as mulheres du­rante a gravidez. A sensa­ção de estar criando uma pessoa dentro de outra deve ser única e irrepro­dutível. E esta nova pes­soa acaba sendo criada em tão poucas semanas e de forma tão espetacular e comum que muitas ve­zes esquecemos da bele­za de como ela ocorre.

A gravidez é um dos mo­mentos em que a vida mostra como consegue ser mais perfeita que qualquer arte. Mesmo a Pietà de Michelangelo nunca será tão bela como uma pessoa criada na barriga de outra.

E criando uma vida den­tro da outra, a mulher vai encurtando seus ves­tidos a cada semana. Vai também alargando seus passos, caindo com mais frequência, esbarrando nos móveis da casa e nas pessoas próximas, racio­cinando com mais lenti­dão, aumentando o peso rapidamente e as pernas pesando cada vez mais. São as inevitáveis recom­posições corporais.

O tempo não para e no en­tanto ele nunca envelhece, diz Caetano Veloso na mesma música. Atrevo­-me a dizer que, além de não envelhecer, o tempo é capaz de rejuvenescer pessoas. O tempo rejuve­nesce as mulheres atra­vés de seus filhos, criados em suas barrigas. Não ha­veria rejuvenescimento sem a gestação.

Digo isto após associar a música que ouvi hoje à reunião que tive ontem com a enfermeira Karen, uma das minhas direto­ras mais inquietas, ati­vas, exigentes e integra­das nesta gestão do HC. No momento Karen está muito ocupada, cons­truindo a Catarina que, em breve, estará entre nós.

Enquanto Catarina não vem, tento pensar em novos versos desta can­ção, mas somente seu final me bate fortemen­te: Por isto esta força es­tranha no ar.. Por isto esta voz tamanha….

Dr. André Balbi é médico nefrologista, professor associado de Nefrologia da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB) e atual Superintendente do HCFMB.

* Os artigos publicados não refle­tem, necessariamente, a opinião do Jornal Leia Notícias.

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes