Cinco novas praças de pedágio no centro-oeste paulista começam a cobrar tarifa

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) autorizou para a 0h desta quinta-feira (12) o início da cobrança de tarifa nas cinco novas praças de pedágio instaladas em quatro rodovias do centro-oeste paulista nas cidades de Garça, Piratininga, Paraguaçu Paulista, Cabrália Paulista e Torrinha (SP).

Segundo a Artesp, o início da cobrança acontece após o cumprimento contratual, por parte da concessionária do trecho, de melhorias no pavimento e na sinalização, além da estrutura de serviços.

Sobre os preços definidos, haverá desconto de 5% para os motoristas que utilizarem as cabines com cobrança automática, com tags.

  • Rod. Comte. João Ribeiro de Barros (SP-294) – Km 425 – Garça
    Cabine manual: R$ 8,80
    Cabine automática: R$ 8,36
  • Rod. Comte. João Ribeiro de Barros (SP-294) – Km 370 – Piratininga
    Cabine manual: R$ 9,70
    Cabine automática: R$ 9,21
  • Rod. Dep. Amauri Barroso de Souza (SP-304) – Km 255 – Torrinha
    Cabine manual: R$ 5,70
    Cabine automática: R$ 5,41
  • Rod. Lourenço Lozano (SP-293) – Km 2 – Cabrália Paulista
    Cabine manual: R$ 2,90
    Cabine automática: R$ 2,75
  • Rod. Prefeito José Gagliardi (SP-284) – Km 458 – Paraguaçu Paulista
    Cabine manual: R$ 6,00
    Cabine automática: R$ 5,70

Descontos progressivos

Nas novas praças, os veículos da categoria 1 (carros de passeio) contarão com descontos progressivos a partir da segunda passagem realizada na mesma praça de pedágio, no mesmo sentido de fluxo, e dentro de um mesmo mês.

Em uma simulação de passagens diárias pelas cabines automáticas com tarifa inicial de R$ 8,25, o motorista que pagaria ao final do mês o valor 256,06 vai pagar R$ 99,88 com o uso do sistema de desconto progressivo. 

A redução progressiva ocorre até a 30ª viagem no mês, conforme percentual fixo de redução em relação à tarifa cobrada na viagem anterior, até atingir a tarifa mínima determinada para a praça de pedágio, dentro de um mesmo mês.

Tabela de desconto progressivo na tarifa de pedágio — Foto: Eixo/Divugação
Tabela de desconto progressivo na tarifa de pedágio (Foto: Eixo/Divulgação)

A partir da 31ª viagem no mês, a tarifa mínima será cobrada em todas as viagens adicionais até o final do respectivo mês. Os valores serão descontados automaticamente para o pagamento da fatura enviada pela operadora da tag instalada no veículo.

As novas praças de pedágio integram o pacote da concessão de uma malha formada por 12 rodovias que passam por municípios desde Rio Claro, na região central do estado, até Panorama, no extremo oeste, na divisa com Mato Grosso do Sul.

Chamada de Lote PiPa (Piracicaba Panorama), a operação da concessionária teve início no dia 4 de junho de 2020 e o contrato com o governo estadual é de 30 anos, período em que estão previstos investimentos de R$ 14 bilhões em obras de ampliação, conservação, além da modernização de serviços ao usuário e redução na tarifa de pedágio.

Fonte: G1 – Foto: Eixo/Divulgação

Scroll Up