Cidades do centro-oeste paulista suspendem vacinação de gestantes com a AstraZeneca após recomendação da Anvisa

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Algumas cidades do centro-oeste paulista decidiram suspender a aplicação da vacina AstraZeneca/Oxford em gestantes nesta terça-feira (11) após a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendar a suspensão imediata da vacinação contra o coronavírus em gestantes com as doses deste fabricante na noite desta segunda-feira (10).

A vacina vinha sendo usada em gestantes com comorbidades, mas agora este público só pode ser imunizado com as doses da CoronaVac e a da Pfizer.

Apesar de destacar que não foi registrado nenhum evento adverso ocorrido com as mulheres grávidas no país, o texto da nota emitida pela agência reguladora diz que a orientação é que “seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) a indicação da bula da vacina AstraZeneca e que a orientação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país”.

O texto diz ainda que “o uso de vacinas em situações não previstas na bula só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios para a paciente”. Mas a bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde do Estado informou que o Plano Estadual de Imunização (PEI) contra COVID-19 decidiu suspender temporariamente a vacinação de gestantes com comorbidades prevista para começar nesta terça-feira (11) em todo o estado.https://975df2f5dfb328619dedbe2845e464f9.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

E acrescentou ainda que novas orientações serão comunicadas depois dos pareceres técnicos do Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, e da Anvisa.

Veja quais cidades da região já anunciaram a suspensão da aplicação da AstraZeneca/Oxford em gestantes:

Bauru

Em Bauru, a vacinação das gestantes maiores de 18 anos com comorbidades que começou nesta terça-feira (11) foi interrompida após recomendação da Anvisa, já que todas as vacinas contra a Covid-19 que estão sendo aplicadas nos grupos de comorbidades são da AstraZeneca/Oxford.

Segundo a prefeitura, as gestantes que estavam com agendamento para tomar a vacina na Casa da Mulher nesta terça-feira serão avisadas, por telefone, para não comparecer, uma vez que a primeira dose não será aplicada no momento. E informa ainda que mantém a vacinação para as mulheres que tiveram filho há 45 dias.

Marília

A prefeitura também informou que adotou a suspensão após a recomendação do órgão. As gestantes com comorbidade começariam a ser vacinadas nesta terça-feira.

São Manuel

O município de São Manuel (SP) suspendeu a vacinação das grávidas e mulheres que tiveram filho há até 45 dias devido à recomendação da Anvisa. A imunização do grupo começaria nesta terça-feira às 9h no Poliesportivo.

Ourinhos

Ourinhos (SP) informou que depois da determinação da Anvisa, a imunização das gestantes contra o coronavírus está suspensa na cidade.

Torrinha

Em Torrinha (SP) a vacinação de mulheres grávidas foi suspensa no município, segundo informações da prefeitura que informou que vai seguir as recomendações da Anvisa.

Lins

A cidade de Lins (SP) comunicou que suspendeu a vacinação das gestantes contra a Covid, porque o município havia recebido as doses da AstraZeneca/Oxford no último lote para vacinar este público.

Lençóis Paulista

A prefeitura de Lençóis Paulista (SP) divulgou em nota oficial que suspendeu a vacinação de grávidas no município diante da recomendação da Anvisa. Isso porque, as doses recebidas para este público foram da AstraZeneca/Oxford.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

E disse ainda que aguarda a manifestação da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo sobre a continuidade da campanha para as gestantes.

Palmital

A Secretaria de Saúde de Palmital (SP) comunicou que a imunização das gestantes com comorbidades foi suspensa na cidade depois da recomendação da Anvisa.

Anhembi

Em Anhembi (SP), a administração municipal comunicou que está vacinando apenas as mulheres grávidas que tenham prescrição médica com a AstraZeneca/Oxford.

Agudos

A Prefeitura de Agudos também suspendeu a vacinação para o grupo nesta terça-feira.

Fonte: Tv Tem

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes