China e Rússia bloqueiam na ONU pedido dos EUA para punir cinco norte-coreanos

A China e a Rússia bloquearam nesta quinta-feira (20) na ONU um pedido apresentado pelos Estados Unidos na semana passada para aplicar sanções contra cinco norte-coreanos, que acusam de envolvimento no programa de armas de Pyongyang, após lançamentos recentes de mísseis feitos pela Coreia do Norte, informaram diplomatas à AFP.

Os 15 membros do Conselho de Segurança tinham até as 20h00 GMT desta quinta-feira para se pronunciarem sobre a denúncia americana.

O bloqueio da China ocorreu duas horas antes de uma nova reunião a portas fechadas do Conselho de Segurança sobre a Coreia do Norte, solicitada por Washington. A Rússia se somou à oposição à proposta americana.

De acordo com o regulamento da ONU, o bloqueio irá durar seis meses. Quando ele terminar, qualquer país do Conselho de Segurança poderá prorrogá-lo por três meses, e depois por mais um dia, antes de a proposta desaparecer definitivamente da mesa da ONU.

Em 12 de janeiro, Washington puniu os cinco norte-coreanos e pediu ao comitê de sanções encarregado da Coreia do Norte que a ONU adotasse uma medida semelhante. Qualquer decisão do Comitê de Sanções deve ser aprovada por unanimidade pelos 15 membros do Conselho de Segurança.

Os cinco norte-coreanos foram identificados pelo Tesouro americano como Choe Myong Hyon, que vive na Rússia, Sim Kwang Sok, Kim Song Hun, Kang Chol Hak e Pyon Kwang Chol, que residem na China. Washington acusa essas cinco pessoas de estarem vinculadas ao programa de armas de destruição em massa de Pyongyang.

Fonte: Yahoo!