Celso Chermont, locutor da Rádio Unesp, morre aos 52 anos de Covid-19 em Bauru

O locutor Celso Adriano Chermont, de 52 anos, morreu na noite desta terça-feira (29), em Bauru (SP), por complicações da Covid-19.

Ele estava internado em um hospital particular da cidade desde o último dia 15 e chegou a ser extubado na última quinta-feira (24). Porém, no sábado (26), teve uma piora no quadro clínico e não resistiu.

A Rádio Unesp FM de Bauru, onde Chermont trabalhava desde dezembro de 2001, emitiu nota lamentando mais uma morte de um locutor da emissora e decretando luto oficial de três dias na rádio.

Há três meses, outro locutor da Unesp FM, Mário Moraes, de 68 anos, também morreu por complicações da Covid-19.

Chermont fez carreira no rádio bauruense atuando em emissoras como a 710 AM e Líder FM, até entrar para os quadros na rádio universitária.

Celso Chermont, locutor da Rádio Unesp, morre aos 52 anos de Covid em Bauru — Foto: Reprdução/Facebook
Celso Chermont, locutor da Rádio Unesp, morre aos 52 anos de Covid em Bauru (Foto: Reprdução/Facebook)

Segundo a Rádio Unesp, Chermont marcou seu trabalho na emissora pela descontração e alegria, a ponto de ele mesmo se autointitular como o “locutor-sorriso”.

Ele também era músico e integrava as bandas Rádio Trio e Súditos do Rei, que fazia versões roqueiras para os sucessos de Roberto Carlos.

Celso Chermont deixa um filho, os pais e a namorada. O corpo do locutor foi sepultado na tarde desta quarta-feira (30), no Cemitério da Saudade de Bauru.

Fonte: G1

Scroll Up