15 de junho, 2024

Últimas:

Celso Amorim, chefe da Assessoria Especial da Presidência, se reúne com Maduro na Venezuela

Anúncios

O chefe da Assessoria Especial da Presidência da República, Celso Amorim, liderou na quarta-feira (8) uma delegação brasileira em viagem à Venezuela. A agenda do diplomata já contou com um encontro com Nicolás Maduro.

O presidente venezuelano, após a reunião, compartilhou nas redes sociais registros da agenda, que a definiu como “grato encontro”.

Anúncios

Maduro também escreveu que a Venezuela e o Brasil estão “comprometidos com a renovação de acordos de união e solidariedade que garantem o crescimento e o bem estar” dos dois países.

Fontes do Itamaraty disseram que o encontro do ex-chanceler com o presidente venezuelano é um “passo natural” do processo de reabertura da Embaixada do Brasil em Caracas.

Anúncios

“No momento em que você reabre uma embaixada, você envia uma missão de alto nível ao país”, explicou uma fonte.

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) rompeu relações com o governo de Nicolás Maduro e retirou diplomatas de Caracas, em 2020.

Bolsonaro reconhecia como chefe de Estado o autoproclamado presidente Juan Guaidó, opositor de Maduro. Com a vitória de Lula nas eleições, o Brasil retomou as relações com a gestão de Maduro.

Oposicionistas ao governo Lula criticam essa posição de aproximação do Brasil com o governo venezuelano. Argumentam que a Venezuela é uma ditadura e que Maduro enfraqueceu as instituições democráticas do país.

Celso Amorim se reúne com Nicolás Maduro em viagem à Venezuela (Foto: Twitter/Reprodução)

Uruguai e Paraguai no G20

Enquanto Amorim viajou à Venezuela, o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, esteve no Paraguai, nesta quarta-feira.

Em assunção, Vieira se reuniu com o presidente Mario Benítez, no Palácio de López. No encontro, o Brasil formalizou o convite para que o Paraguai integre os trabalhos do G20 – grupo das maiores economias do mundo – em 2024.

O Brasil presidirá o grupo no próximo ano e tem a prerrogativa de fazer alguns convites.

O Paraguai terá eleições presidenciais em abril deste ano, com atenção especial do Brasil. O país observa uma disputa polarizada entre direita e esquerda. De um lado, o favorito na disputa Santiago Peña, considerado a nova cara do partido de direita conservadora Colorado. Do outro, Efraín Alegre, que concorre pela terceira vez, agora em uma coalizão com o centro e a centro-esquerda.

Durante a semana, o chanceler brasileiro Mauro Vieira recebeu também a visita de ministros do Uruguai e, na ocasião, também convidou o país para fazer parte do G20.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Ester Carolino Reis Caramelo – 74 anos Sepultamento Cemitério Jardim 16/06/24 às 17h Complexo Funerário Anúncios Esposa de Luiz....

Categorias