CBF vai reunir mais de 15 ex-campeões mundiais na final da Libertadores

Em jogo sem público e apenas com – numerosos – convidados, a CBF vai reunir campeões mundiais pela seleção brasileira para assistirem a final da Libertadores, entre Palmeiras e Santos, no Maracanã. Como muitos são de grupo de risco, por serem mais idosos, nem todos vão ao estádio.

O maior desfalque é, claro, Pelé, eterno camisa 10 do Santos e da Seleção.

O Rei do Futebol, que completou 80 anos em 2020, agradeceu o convite, mas vai torcer de casa pelo seu Peixe. Na semifinal da Libertadores, Pelé participou de uma conversa por vídeo com os jogadores do Santos e foi lembrado na coletiva de imprensa pelo técnico Cuca.

O convite partiu do presidente da CBF, Rogério Caboclo, e envolve ainda testes RT-PCR e estadia no Rio de Janeiro – para quem vem de outra cidade. Confirmaram presença mais de 15 ex-jogadores, como Jairzinho, PC Caju, Dadá Maravilha, Ado, Edu, Brito, Clodoaldo, todos do time de 1970.

Em meio à pandemia e com vacinação ainda incipiente no país, a preocupação geral é de espalhar os grupos por camarotes – os convidados podem levar acompanhantes – para não provocar aglomeração.

De 1994, confirmaram presença Bebeto, Dunga, Gilmar, Paulo Sergio e Branco, que hoje é coordenador de seleção de base na CBF. De 2002, Kaká, Belleti e há expectativa da presença de Ronaldinho Gaúcho, campeão da Libertadores em 2013 com o Atlético-MG.

Além de Pelé, Zagallo, Gerson e Baldocchi também agradeceram o convite, mas não vão ao estádio, por cuidados com a Covid–19.

– Não tomei vacina. Vou fazer o quê lá? Minha filha não está me deixando sair para nada – brincou Baldocchi, em contato com a reportagem.

Dadá Maravilha, que passou boa parte da quarentena ao lado dos filhos, sai de Belo Horizonte nesta sexta-feira. Ele fez o teste na quarta e recebeu o resultado nesta quinta.

– Eu não tive Covid–19, meus filhos tiveram, minha ex-mulher teve, mas eu não tive, graças a Deus. Mas meu exame deu tudo direitinho, ainda bem – comentou o ex-atacante do Galo.

Fonte: G1 – Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Scroll Up