Caso Henry: Médicas relatam que menino já chegou morto e com lesões em hospital

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

De acordo com informações do jornal Extra, o delegado Henrique Damasceno, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), ouviu 12 testemunhas no inquérito que apura a morte de Henri Borel Medeiros, de 4 anos, na madrugada do último dia 8.

Entre elas, três médicas pediatras que atenderam o menino na emergência do Hospital Barra ‘DOr, e que garantiram que o garoto já chegou morto a unidade de saúde, e com as lesões externas no corpo descritas nos dois laudos do exame da necropsia.

O Extra teve acesso aos documentos, que apontam que a criança sofreu hemorragia interna e laceração hepática, provocada por ação contundente. Peritos envolvidos no caso garantem que as lesões, como equimoses, hematomas, edemas e contusões, não são compatíveis com um acidente doméstico.

Fonte: Isto É

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes