Captações de água em Botucatu operam em capacidade máxima, alerta Sabesp

A grave estiagem que afeta o Estado de São Paulo gera reflexos no abastecimento de municípios operados pela Sabesp na região da bacia do Médio Tietê. Por causa das altas temperaturas, recordes para esta época do ano, o consumo de água pela população aumentou, dificultando a recuperação dos sistemas de abastecimento.

A Sabesp vem realizando captações emergenciais e outras ações para garantir o abastecimento, sem a necessidade até o momento de medidas de contenção do fornecimento de água. A Companhia também acionou autoridades competentes para ações de fiscalização sobre uso da água na região. Além disso, é imprescindível que os moradores das cidades da região contribuam economizando água.

Em Botucatu, a Sabesp conta com duas captações de água bruta no Rio Pardo, uma na Estrada do Mandacaru e outra na confluência do Córrego Pinheiro, que operam com capacidade máxima.

Economia de água

Nesta época, devido às altas temperaturas e à falta de chuvas, a Sabesp reforça a orientação para que a população utilize água sem desperdícios. Veja algumas dicas abaixo:

1. Use vassoura e balde para lavar áreas como garagem, corredores, dentre outras. Não utilize mangueiras.

2. Não dê descarga à toa e não utilize o sanitário como lixeira. Em apenas seis segundos de válvula acionada vão embora cerca de 12 litros de água.

3. Não use água corrente para descongelar alimentos.

4. Fique muito atento a possíveis vazamentos. Eles podem passar despercebidos e são grandes causas do desperdício.

Para saber mais acesse: http://site.sabesp.com.br/site/sociedade-meioambiente/dicas.aspx?secaoId=450

A Companhia segue à disposição pelo telefone 0800 055 195 – a ligação é gratuita.

Por Flávio Fogueral