Campos do Jordão pode registrar -2°C nesta quarta; frio mais intenso na cidade foi -7°C há 34 anos

Com a chegada da frente fria, Campos do Jordão pode registrar até -2°C nesta quarta-feira (18). O frio deve ser tão intenso na cidade que há chance de geada em áreas abertas e altas. A Defesa Civil chegou a fazer um alerta sobre as baixas temperaturas na cidade.

O frio que chega esta semana deve ser o mais intenso do ano, marcando a proximidade com o inverno no próximo mês. Ao contrário de muitos, quem mora em Campos do Jordão comemora a chance de frio intenso e com geada, que faz com que a ‘Europa do Vale’ bata recordes de temperatura.

Frio em Campos do Jordão deve ser intenso com frente fria — Foto: Tiago Bezerra/TV Vanguarda
Frio em Campos do Jordão deve ser intenso com frente fria (Foto: Tiago Bezerra/TV Vanguarda)

Campos do Jordão é conhecida pelo frio intenso e isso é reflexo de sua altitude. A cidade é a mais alta do país a 1,6 mil metros acima do nível do mar. Em um comparativo, Bariloche, que é ‘queridinha’ dos amantes do frio na Argentina, a cidade fica a 893 metros de altitude.

Com as temperaturas negativas há chance de geada. A fina camada de gelo se forma com a intensa redução de temperatura quando a umidade do ar está elevada.

Foto mostra neve na Vila Jaguaribe em Campos do Jordão — Foto: Arquivo Pessoal/Edmundo Rocha
Foto mostra neve na Vila Jaguaribe em Campos do Jordão (Foto: Arquivo Pessoal/Edmundo Rocha)

Neve em Campos do Jordão

A cidade já teve registro de neve, mas em 1920. Moradores guardam registros antigos da cidade com vias e casas cobertas por uma camada branca. Desde então, apenas geadas foram registradas na cidade. Segundo especialistas, a cidade tem frio intenso, mas tem um clima seco, o que não favorece a formação de neve.

Fotos antigas mostram registro de neve em Campos do Jordão na década de 1920  — Foto: Edmundo Rocha/Arquivo Pessoal
Fotos antigas mostram registro de neve em Campos do Jordão na década de 1920 (Foto: Edmundo Rocha/Arquivo Pessoal)

Cidade já registrou -7°C em inverno mais rigoroso da história

De acordo com um levantamento do Centro de Previsão (Cptec), a temperatura mais baixa já registrada na cidade foi de -7,2°C no inverno rigoroso de 1988.

O levantamento do órgão considera apenas levantamentos oficiais, que começaram a ser feitos pelo órgão a partir de 1961. O que não inclui registros de 1920, quando há os registros de neve.

Comportamento

Por causa do frio intenso, a rotina da cidade é adaptada. Os serviços começam a funcionar a partir das 7h e a entrada nas escolas às 7h30.

A cidade também organiza as férias escolares para que incluam todo o mês de julho, o mais frio na cidade. Os serviços que podem interferir no trânsito ou obras que precisem ser feitas à noite precisam ser suspensas nos dias de frio intenso. É o frio quem norteia o calendário da cidade.

Fonte: G1