16 abril, 2024

Últimas:

Calor intenso exige cuidados especiais: Manter a hidratação e usar roupas leves são importantes para evitar danos ao corpo

Anúncios

Nos próximos dias, mais uma vez, as temperaturas elevadas se tornam uma preocupação entre os especialistas. Quando os termômetros passam dos 30°C, muitas pessoas relatam sentir diversos tipos de mal-estar. Isto porque o suor é a principal forma de dissipar o calor, mas, em excesso, pode levar à desidratação, sobrecarregando o coração e causando diversas complicações.

Segundo a Dra. Cristina Milagre, cardiologista e médica do esporte do Hcor, uma das principais implicações é a exaustão térmica. “O sistema de termorregulação do corpo segue funcionando, mas não consegue dissipar o calor com a velocidade necessária, o que gera diversos sintomas, como fadiga extrema, tontura, náuseas, vômitos, desmaio, pulso fraco e rápido”, esclarece.

Anúncios

Sem os cuidados adequados, pode ocorrer a falência do sistema de termorregulação do corpo. “Nesses casos, a temperatura corporal pode ficar acima de 40°C, levando à confusão mental, desorientação ou perda de consciência, podendo evoluir para um quadro de coma e até óbito”, alerta.

Grupos de risco
 

Anúncios

As temperaturas altas, que devem ser uma preocupação de todos, precisam de cuidados dobrados por quem possui hipertensão arterial ou diabetes. Para manter a hidratação adequada e evitar complicações dessas comorbidades, o Dr. Celso Amodeo, cardiologista e nefrologista especializado em hipertensão arterial do Hcor, recomenda a ingestão de água e água de coco.

“Para repor a água e os sais minerais perdidos no suor, é preciso ingerir a bebida apropriada na quantidade adequada. Pessoas com pressão alta e diabetes devem evitar qualquer tipo de suco industrializado e bebidas isotônicas, devido às restrições quanto às quantidades de sódio e açúcar ingeridas”, alerta.

A recomendação nos dias quentes é usar roupas leves, aumentar o consumo de água, sucos de frutas naturais (com moderação para os diabéticos) e água de coco, bem como incluir o consumo de frutas, verduras e legumes, além de evitar alimentos ou preparações muito gordurosas e salgadas. “A sede é um alarme de que o corpo está em desequilíbrio. Ela quer dizer que é preciso hidratá-lo”, reforça o Dr. Amodeo.

Últimas

Bots agora representam quase metade de todo o tráfego na Internet globalmente

16/04/2024

O tráfego automatizado e malicioso aumentou pelo quinto ano consecutivo Bots maliciosos representam 32% de todo...

Categorias