Caio disponibiliza ônibus elétrico em parceria com a Mercedes-Benz

 A fabricante de ônibus Caio Induscar, com fábrica em Botucatu, que é uma das mais procuradas quanto o assunto é renovação de frota urbana no Brasil, está trazendo ao mercado um novo ônibus elétrico em parceria com a Mercedes-Benz do Brasil, para contribuir com a mobilidade urbana das principais cidades do Brasil.

Caio disponibiliza ônibus elétrico em parceria com a Mercedes-Benz - revistadoonibus
Foto: Caio – Divulgação

A encarroçadora de ônibus informou que está em parceria com fabricantes de chassis e empresas de tecnologia em propulsão elétrica, segue participando constantemente de estudos que resultam em ônibus movidos a energia limpa. O compromisso da marca é oferecer ao mercado, produtos que aliam eficiência operacional à redução de impactos ao ambiente e, consequentemente, à sociedade.

A Caio, em sinergia com montadoras e empresas especializadas em tecnologia de tração elétrica, já participou do desenvolvimento de ônibus híbrido; E-Bus elétrico puro (baterias), além do Dual Bus em duas versões: híbrido + trólebus e híbrido + elétrico puro. O modelo usado em todos os projetos foi o urbano Millennium marca Caio, nas versões padrão, BRT, BRT articulado e superarticulado.

O mais recente projeto foi realizado em parceria com a Mercedes-Benz, que apresentou recentemente ao mercado o primeiro chassi elétrico criado e produzido no Brasil. O chassi eO500U, um modelo da linha O 500, apresenta uma autonomia que pode chegar a 250 km, a maior entre os ônibus elétricos no Brasil.

Com motor elétrico integrado ao eixo traseiro, o eO500U é equipado com freio eletrônico EBS e sistema de regeneração de energia. O trem-de-força proporciona para o motorista uma experiência nova de condução, ainda mais confortável e totalmente silenciosa.

Sobre este chassi, a Caio encarroçou o modelo Millenium quarta geração, do tipo padron 4×2, com 13.250 mm de comprimento. Possui capacidade de lotação de 87 a 90 passageiros, dependendo da configuração interna e da norma vigente no país, estado ou cidade, sendo a maior capacidade de transporte para ônibus elétricos no Brasil.

Fonte: Revista do Ônibus – com informações da Caio Induscar

Scroll Up