Funcionário morre após ser atingido por peça em empresa de Piracicaba

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um funcionário de 30 anos morreu dentro da empresa Dedini, em Piracicaba (SP), na manhã desta terça-feira (8). Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ele foi atingido por uma peça quando trabalhava na metalúrgica. A empresa informou que lamenta o ocorrido e que apura a causa do acidente.

O Samu foi acionado por volta das 9h15 para a empresa de fundição, que fica na Rodovia Fausto Santomauro (SP-127). A médica do serviço constatou a morte do homem no local. Ainda de acordo com o Samu, o acidente aconteceu após a explosão de uma peça que estava resfriando.

Homem morreu dentro da Dedini, em Piracicaba — Foto: Edijan Del Santo/EPTV
Homem morreu dentro da Dedini, em Piracicaba (Fotos: Edijan Del Santo/EPTV)

Em nota, a Dedini confirmou que o funcionário trabalhava em um equipamento e informou que está dando assistência aos familiares.

“O empregado recebeu os primeiros atendimentos ainda no local pela equipe do Samu, mas não resistiu e veio a falecer. As causas do acidente estão sendo investigadas. A Dedini lamenta profundamente o ocorrido”, diz a nota.

O caso deve ser apresentado e investigado no 4º Distrito Policial (DP) de Piracicaba.

Setor é fechado para apurar causa do acidente

O setor da Dedini Fundição em que o metalúrgico Gabriel Aparecido Pereira dos Santos, de 30 anos, trabalhava quando foi atingido por parte de uma peça ficará parado para que a causa do acidente seja identificada pela empresa.

A informação foi passada pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) e pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba, que fizeram uma vistoria no local à tarde.

Segundo o técnico em segurança do trabalho do Cerest Alessandro Nunes de Silva, um rolo metálico de cerca de 15 toneladas trincou em várias partes e uma delas, de duas toneladas, atingiu o trabalhador.

Alessandro explicou que o cilindro foi fundido na sexta-feira (4), resfriou e foi transportado para o setor de acabamento, onde a vítima trabalhava. Gabriel Aparecido Pereira dos Santos estava a cerca de um metro peça quando ela se partiu e uma parte o acertou.

“Um acidente muito complexo. Durante meus 10 anos de experiência, nunca peguei um acidente como esse, que eu saia de uma situação e não consiga dar pelo menos uma informação que seja relacionada ao [motivo do] acidente”, disse Nunes.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes