Bolsonaro inicia dieta cremosa e apresenta melhora no resultado do raio-x, diz equipe médica

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) apresentou melhora clínica neste sábado (9) e começou uma dieta cremosa, segundo a equipe médica que o atende no Hospital Albert Einstein, no Morumbi, Zona Sul de São Paulo.

A diferença da dieta pastosa, que ele já havia iniciado nesta sexta, para a cremosa, é que a primeira é batida no liquidificador e a segunda, é só amassada. Na foto postada em redes sociais neste sábado, Bolsonaro aparece almoçando uma sopa. Um picolé de limão e uma água de côco compõem a refeição.

De acordo com os médicos, Bolsonaro passou por um raio-x que mostrou melhora na pneumonia registrada na última quinta-feira (7). Neste sábado, ele segue tomando os antibióticos, mas está sem febre e bem disposto.

O boletim médico divulgado pouco antes das 17h confirmou a informação repassada pela equipe e diz que o “quadro pulmonar está em regressão e e houve melhora dos exames laboratoriais”.

“Devido à evolução da movimentação intestinal e boa aceitação da dieta líquida, hoje foi iniciada uma dieta cremosa, com ótima aceitação. Segue com os antibióticos e a nutrição parenteral. Estão sendo mantidas as medidas de prevenção de trombose venosa, realizados exercícios respiratórios e aumento dos períodos de caminhada fora do quarto”, diz o texto.

Nesta sexta-feira (8), o presidente retirou o dreno colocado no seu abdômen e a sonda nasogástrica.

Bolsonaro passou por uma cirurgia para retirar uma bolsa de colostomia e refazer a ligação entre o intestino delgado e parte do intestino grosso no dia 28 de janeiro. Ele está internado na unidade semi-intensiva do hospital.

Também na sexta, Bolsonaro se alimentou pela primeira vez. Ele vinha recebendo líquidos por via oral em associação à nutrição parenteral.

Boletim médico do presidente Jair Bolsonaro de sábado, 9 de fevereiro (Foto: Divulgação/Hospital Albert Einstein)

Pneumonia

Segundo boletim médico divulgado na tarde de quinta-feira (7), Bolsonaro teve episódio isolado de febre e foi submetido a uma tomografia de tórax e abdome que mostrou “boa evolução do quadro intestinal e imagem compatível com pneumonia”.

De acordo com o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, exames de quinta detectaram que a pneumonia tem causa bacteriana. “Fizeram exames viral e bacteriano, e descartaram o viral. Trata-se de uma causa bacteriana”, afirmou o porta-voz. “Algumas causas podem ser geradoras dessa pneumonia, mas ficar na suposição não me parece adequado.” Um novo antibiótico foi incluído no tratamento e está sendo administrado por sete dias.

Ainda segundo o boletim, “foi realizado um ajuste na antibióticoterapia e mantidos os demais tratamentos”. “[Bolsonaro] Continua sem dor, com sonda nasogástrica, dreno no abdome e recebendo líquidos por via oral em associação à nutrição parenteral.”

Segundo o porta-voz, “o estado de saúde do presidente é o esperado dentro desse pico térmico que lhe acometeu na noite de ontem [quarta]”. “Por precaução os médicos fizeram exame de imagem, incluso tomografia por contraste. O pulmão tinha uma imagem que era compatível com pneumonia.”

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes