Bebê Sofia morre em Miami

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A bebê Sofia Gonçalves de Lacerda, que completaria no próximo dia 24 um ano e nove meses, faleceu na madrugada desta segunda-feira, dia 14 de setembro, na UTI do hospital Jackson Memorial Medical, em Miami (EUA), onde estava internada desde o início de agosto. Ela não resistiu à ação de um vírus chamado citomegalovírus (CMV), o mesmo vírus causador da catapora e de herpes, que comprometeu os pulmões da menina. “O transplante multivisceral foi um sucesso, mas o vírus matou a nossa guerreira”, afirma o advogado da família Antônio Miguel Navarro. O corpo de Sofia deverá ser trasladado para o Brasil em breve.

Luta

Sofia nasceu com a síndrome de Berdon, uma doença rara que compromete o funcionamento de todo o aparelho digestivo. Seu único tratamento seria o transplante de múltiplos órgãos, que hoje é realizado com sucesso nos Estados Unidos. Na Justiça, garantiu o pagamento do tratamento no exterior, orçado em R$ 2,2 milhões, pelo Ministério da Saúde.

O transplante de múltiplos órgãos foi feito em abril deste ano. Há pouco mais de um mês, enquanto se recuperava em casa, Sofia contraiu o vírus chamado citomegalovírus (CMV), que afetou os pulmões dela de maneira severa. No sábado, em entrevista, Patrícia descreveu: “O vírus deixou os pulmões muito doentes e eles não reagem. Eles estão fazendo de tudo, mas a Medicina tem limites e já chegou o limite. Agora está tudo nas mãos de Jeová Deus e seu filho Jesus Cristo.”

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes