Brasil terá trio de ataque jovem e Coutinho como titular contra o Equador

A seleção brasileira irá a campo nesta quinta-feira, às 18h (de Brasília), contra o Equador, com um trio de ataque formado por jovens, com média de idade de 22,6 anos. Assim como foi no empate sem gols com a Argentina, em novembro do ano passado, o técnico Tite levará a campo Raphinha (25 anos), Matheus Cunha (22) e Vini Júnior (21).

Em treino realizado na tarde desta quarta-feira no local da partida, o Estádio Rodrigo Paz Delgado, também conhecido como Casa Blanca, Tite repetiu a escalação que já havia esboçado no dia anterior, com Philippe Coutinho no meio de campo, na vaga de Lucas Paquetá, suspenso.

Outras novidades são Emerson Royal escalado na lateral direita, no lugar de Danilo, que não foi convocado por estar voltando de lesão, e Éder Militão na vaga de Marquinhos, que ficará no banco de reservas.

No gol, Tite colocou Ederson no último treinamento, mas Alisson foi quem treinou no dia anterior – quando o goleiro do Manchester City não foi a campo. Na bola parada, porém, o goleiro do Liverpool voltou para ficar ao lado dos titulares e deve sair jogando.

Assim, a escalação da Seleção contra o Equador terá Alisson (Ederson), Emerson Royal, Éder Militão, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Fred e Coutinho; Raphinha, Matheus Cunha e Vini Júnior.

O duelo é válido pela 15ª rodada das Eliminatórias, competição liderada pelo Brasil de forma invicta, com 35 pontos – a equipe de Tite já está classificada para a Copa do Mundo. O Equador ocupa o terceiro lugar, com 23 pontos, e pode encaminhar a vaga no Mundial do Catar em caso de vitória.

Depois desse compromisso, a Seleção volta a campo na terça-feira, contra o Paraguai, às 21h30, no Mineirão.

Fonte: G1Foto: Lucas Figueiredo/CBF