Brasil mantém hegemonia e fatura 10º título no Campeonato Ibero-Americano de Atletismo

Com mais seis ouros neste domingo, o Brasil assegurou o 10º título do Campeonato Ibero-Americano de atletismo, a quarta conquista seguida na competição. A delegação verde-amarela dominou o quadro de medalhas do torneio em Trujillo, no Peru, com 18 ouros, 10 pratas e seis bronzes.

O Ibero-Americano reuniu cerca de 300 atletas de 18 países de língua portuguesa e espanhola da Europa, da África e das Américas. O Brasil mostrou força no quadro de medalhas. Segunda colocada, a Colômbia teve apenas seis ouros. A Espanha ficou em terceiro com cinco ouros.

– A atuação brasileira no Ibero-Americano foi espetacular. Havíamos convocados 40 atletas e 11 pediram dispensa por vários motivos pertinentes. Mesmo assim, a conquista foi muito importante em nosso projeto rumo ao Mundial de Doha, ao Pan0 de Lima de 2019 e, acima de tudo, aos Jogos de Tóquio 2020 – disse Warlindo Carneiro da Silva Filho, presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

Neste domingo, os velocistas brasileiros tiveram dobradinhas nos 200m rasos. Jorge Henrique Vides ficou com o ouro (20s34) e Aldemir Gomes Junior levou a prata (20s42) – vento a 0,1 m/s. Entre as mulheres, Vitória Rosa ficou com o título (22s90), seguida por Rosangela Santos (23s92) – vento a 0,3 m/s.

A terceira dobradinha do dia foi no arremesso do peso. A finalista olímpica Geisa Arcanjo faturou o ouro com 18,10m, seguida de Keely Medeiros, com 16,64m. As outras medalhas de ouro foram conquistadas por Altobeli Santos Silva (3.000m), Marcio Teles (400m com barreiras) e Thiago do Rosário André (800m).

Todos os campeões do Ibero-Americano

Barcelona (ESP) 1983 – Cuba

Havana (CUB) 1986 – Cuba

México (MEX) 1988 – Cuba

Manaus (BRA) 1990 – Brasil

Sevilha (ESP) 1992 – Cuba

Mar Del Plata (ARG) 1994 – Brasil

Medellín (COL) 1996 – Cuba

Lisboa (POR) 1998 – Espanha

Rio de Janeiro (BRA) 2000 – Brasil

Guatemala (GUA) 2002 – Brasil

Huelva (ESP) 2004 – Espanha

Ponce (PUR) 2006 – Brasil

Iquique (PER) 2008 – Brasil

San Fernando (ESP) 2010 – Cuba

Barquisimeto (VEN) 2012 – Brasil

São Paulo (BRA) 2014 – Brasil

Rio de Janeiro (BRA) 2016 – Brasil

Trujillo (PER) 2018 – Brasil

 

Fonte: G1

Scroll Up