23 de julho, 2024

Últimas:

Brasil bate Sérvia e vence a 2ª na Liga das Nações

Anúncios

Com o Maracanãzinho lotado mais uma vez, o Brasil conquistou a segunda vitória seguida na Liga das Nações masculina de vôlei. O time comandado por Bernardinho teve grande atuação nos dois primeiros sets contra a Sérvia, mas vacilou no terceiro. Um momento de irritação com a arbitragem foi suficiente para tirar a concentração da equipe. O alto nível só voltou na quarta parcial, quando o Brasil garantiu o triunfo por 3 a 1 (21/25, 20/25, 25/22 e 22/25). Darlan terminou como maior pontuador, com 22 pontos. Titulares, Leal e Maurício Borges também foram bem.

Com a vitória sobre a Sérvia, o Brasil subiu para a oitava posição na Liga das Nações. A Sérvia está em 10º e se complicou na briga por vaga olímpica.

Anúncios

A partida começou bastante equilibrada e permaneceu assim por boa parte do primeiro set. Mas uma sequência de pontos já na reta final permitiu que o Brasil deslanchasse. A vitória veio pelas mãos de Maurício Borges, com o placar de 25 a 21. Empolgados e empurrados pela torcida, os brasileiros mantiveram o alto nível na segunda parcial. Lideraram o placar desde o início e souberam frear reações sérvias. Um tocaço de Alan garantiu o triunfo verde e amarelo por 25 a 20.

O terceiro set também parecia muito tranquilo para o Brasil, que jogava bem e se mantinha à frente do placar. No entanto, quando a arbitragem marcou duas conduções de Leal, o caldo entornou. Os brasileiros reclamaram muito e se desconcentraram. A Sérvia, então, aproveitou para vencer por 25 a 22. Em uma quarta parcial evitável, o emocional dos jogadores do Brasil ainda parecia abalado. Mas a vibração de Darlan, a categoria de Maurício Borges e a potência de Leal ajudaram a colocar as coisas nos eixos outra vez. Os comandados de Bernardinho fizeram 25 a 22 e encerraram a partida.

Anúncios

Ao olharmos os números, três jogadores se destacaram no ataque do Brasil. Darlan anotou 22 pontos contra a Sérvia, Leal fez 17, e Maurício Borges terminou com 14. Menção honrosa também para Judson, que estreou na Liga das Nações deste ano e marcou quatro dos 10 pontos de bloqueio brasileiros.

O Brasil voltará à quadra no próximo domingo, às 10h (de Brasília), contra a Itália.

Fonte: G1 Foto: Volleyball World

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Na manhã desta segunda-feira (22), uma operação policial foi realizada pelos Policiais Civis da Delegacia de Proteção Animal da...

Categorias