Brasil atropela a França e pega Polônia na final da Liga das Nações

A queda na fase de classificação ligou o alerta. Diante de um de seus maiores rivais, o Brasil mudou a postura e tomou a frente desde o início em Rimini, na Itália. Com uma atuação quase perfeita de Leal, a seleção brasileira dominou a França e garantiu a vaga na final da Liga das Nações em 3 sets a 0, parciais 25/20, 25/18 e 25/19.

Na final, o Brasil vai reencontrar a Polônia. A equipe europeia venceu a Eslovênia na outra semifinal em 3 sets a 0, parciais 25/22, 25/21 e 25/23. As duas seleções entram em quadra às 10 horas.

Brasil festeja ponto contra a França — Foto: Divulgação
Brasil festeja ponto contra a França (Fotos: Divulgação)

Os dois primeiros sets beiraram a perfeição. Ainda engasgados pela derrota na fase de classificação, os jogadores brasileiros não deram espaço para que os rivais se animassem. A França ainda pareceu sentir o dia ruim de seu principal astro, Ngapeth. Pouco importou. Em uma exibição de alto nível, o Brasil garantiu a classificação para a final em Rimini.

Leal foi o grande nome da partida, com 20 pontos. O ponteiro foi decisivo em todos os fundamentos, principalmente no ataque e no saque. Wallace, com 13 pontos, Bruninho, preciso na construção das jogadas, e Maurício Souza, no bloqueio, também se destacaram. Do outro lado, Ngapeth fechou a partida com apenas cinco pontos, bem abaixo do esperado.

Fonte: G1

Scroll Up