Bovespa fecha em queda com pressão dos bancos

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, fechou em queda nesta terça-feira (26), após abrir o dia em alta com o clima positivo nos mercados externos, diante da reabertura gradual das empresas do mundo. Por outro lado, a baixa dos papéis dos bancos anulou o movimento de alta.

Com isso, o Ibovespa encerrou o dia com queda de 0,23%, a 85.468 pontos. 

As quedas de mais de Bradesco e Itaú Unibanco foram os principais vetores de pressão, caindo mais de 3%. Os papéis dos bancos tem uma participação relevante na composição do Ibovespa.

Do outro lado, Magazine Luiza saltou mais de 6%, com executivos da empresa afirmando que esperam receitas e as margens subindo à medida que reabre gradualmente suas mais de mil lojas físicas fechadas devido à pandemia do coronavírus.

Na segunda-feira, a bolsa fechou em alta de 4,25%, a 85.663 pontos, em sessão marcada pela ausência da referência de Wall Street por feriado nos EUA, e com o mercado tendo a percepção de que a reunião ministerial do dia 22 de abril não trouxe fatos que possam desestabilizar de imediato a cena política brasileira.

No acumulado do ano, o Ibovespa acumula queda de 25,93%. Na parcial do mês, tem alta de 6,41%.

Fonte: Valor

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes