Botucatuense recebe pacotes com sementes chinesas pelo correio

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A botucatuense Estefânia Zuccari, que mora atualmente na cidade de Campo Grande (MS), relatou nas redes sociais que recebeu, pelo correio, sementes vindas da China.

Ainda na última semana, moradores de Santa Catarina também receberam pacotes com sementes misteriosas semelhantes ao que chegou em Campo Grande.

Estefânia explicou que recentemente fez compras pelos site Wish e quando recebeu os produtos encontrou 9 envelopes com diferentes tipos de sementes, que ela não havia comprado.

“Contatei o Ministério da Agricultura/MS, informando o ocorrido, e prontamente o Técnico veio até minha residência para recolher esse material”, relatou a aposentada.

O superintendente da Superintendência Federal de Agricultura (SFA), Celso Martins, disse que em nestes casos a semente de origem estrangeira ou desconhecida não deve ser manuseada e nem plantada, já que não se conhece a espécie. Em relação as que chegaram nas casas em Campo Grande, ele acredita, pelas fotos que viu, que não se tratam de variedades comestíveis e sim venenosas.

Entenda o caso

A primeira denúncia ocorreu há uma semana feita por um casal de Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina. Na terça-feira (15), moradores de Florianópolis, Timbó, no Vale do Itajaí, de Braço do Norte, no Sul, além de paranaenses e gaúchos, procuraram a órgão de fiscalização catarinense, ligado à Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural para informar que também foram surpreendidos com a chegada de sementes.

O Ministério da Agricultura emitiu um alerta sobre as ocorrências no país e solicitou a articulação dos órgãos de defesa sanitária vegetal para coleta e envio de materiais apreendidos para análise em laboratórios.

Em Mato Grosso do Sul, quem receber esse tipo de pacote deve procurar as unidades do Ministério da Agricultura em Campo Grande e Dourados. Nos demais municípios, funcionários da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal serão treinados para atender a demanda.

Leia Notícias com informações do G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes