Prefeitura promove atividades sensoriais e musicoterapia no Centro de Inclusão

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Como forma de colaborar para o desenvolvimento de crianças com deficiências físicas e cognitivas, a Assessoria Especial de Políticas de Inclusão realiza trabalhos significativos em Botucatu.

Uma atividade voltada especialmente para crianças de até 8 anos com deficiência física, paralisia cerebral, autismo e outras deficiências é a Atividade Sensorial na piscina. Como o próprio nome já diz, as crianças utilizam as piscinas do Centro de Inclusão, localizado ao lado do Ginásio Municipal de Esportes “Mário Covas Júnior”.

Dentro da água as crianças são acompanhadas pelos pais e realizam exercícios e movimentações sob a orientação de um educador físico.

“Essas atividades sensoriais são realizadas de forma bastante lúdica, na qual a criança, além de se divertir dentro da piscina, estimula seus diferentes sentidos. A presença dos pais dentro da água também dá um tom muito especial nessa atividade, que é bastante agradável”, afirma Ana Paula Bassetto, Assessora Especial de Políticas de Inclusão.

As atividades sensoriais na piscina ocorrem nas segundas e quartas-feiras das 9 às 10 horas e das 14 às 15 horas; e nas quintas-feiras, das 15 às 16 horas.

Outra atividade realizada, dessa vez nas salas do Centro de Inclusão, é a musicoterapia, que consiste no uso da música em um contexto de tratamento, reabilitação ou prevenção de problemas de saúde, promovendo o bem-estar.

A atividade é voltada para crianças de 0 a 10 anos de idade com deficiência física, paralisia cerebral, autismo, síndrome de Down e outras deficiências e são realizadas nas quartas-feiras das 14 às 16 horas; e quintas-feiras das 9 às 11 horas.

“A musicoterapia estimula a capacidade interativa e de comunicação das crianças, ajudando a socializarem e terem maior percepção de seus aspectos emocionais, físicos e biológicos. O trabalho, que é acompanhado por uma musicoterapeuta, estimula essas crianças a enfrentarem suas dificuldades com mais energia, motivação e determinação”, finaliza Ana Paula.

Para a participar das atividades, os interessados devem procurar o Centro de Inclusão, localizado na Avenida Raphael Serra, 460 – na Vila Eny, portando o laudo médico da criança que comprove a deficiência.

Tanto as atividades sensoriais na piscina do Centro de Inclusão, quanto a musicoterapia, são realizadas por instituições conveniadas a Prefeitura, por meio de chamamentos públicos.

Fonte: Prefeitura de Botucatu

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes