Internet pode ajudar a mapear casos de violência contra professores em Botucatu

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um link nas páginas oficiais de instituições de ensino na internet para que profissionais da educação possam relatar casos ou enviar sugestões referentes a questões envolvendo agressões dirigidas a professores e professoras.

Resumidamente é esta a proposta do requerimento 1107, aprovado na sessão de 3/12 na Câmara Municipal de Botucatu.O movimento dos vereadores Alessandra Lucchesi [PSDB] e Izaias Colino [PSDB] é uma resposta à frequente divulgação de casos de violência em escolas de todo o país e que, para os vereadores, pode indicar uma crise de desvalorização do magistério.

“Queremos saber se a nossa Rede de Ensino apresenta o mesmo problema, qual sua proporção, e o que podemos fazer em termos de políticas públicas assertivas para combater essa situação”, diz Alessandra Lucchesi.

Segundo ela, tão importante quanto ouvir as inquietações de famílias e estudantes referente a tais questões é preciso reafirmar o dever de escolas, profissionais e secretarias de educação em promover um ambiente democrático “que resguarde a liberdade acadêmica e o pluralismo de concepções em um contexto de valorização profissional docente, oportunizando à comunidade escolar uma reflexão lúcida e produtiva sobre o que efetivamente mobiliza esta onda de agressões aos professores”.

O requerimento é dirigido ao secretário municipal de Educação, Valdir Paixão, e à dirigente regional de Ensino, Rosilene Vargas.

Fonte: Assessoria

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes