Doses de vacinas contra gripe, em Botucatu, acabam em 4 horas nos Postos de Saúde

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Em Botucatu, neste sábado, 30, as 11 mil vacinas contra gripe que a Cidade recebeu duraram somente 4 horas nos Postos de Saúde.

Para a Campanha de vacinação, Botucatu recebeu menos da metade do que solicitou de doses para a Secretaria Estadual de Saúde. O município pediu 30 mil doses e recebeu apenas 11 mil.

Através das redes sociais, munícipes reclamaram da situação. “A campanha de vacinação começou hoje às 8 horas da manhã. Às 14 horas fui levar meu filho e fui informada que todas as vacinas acabaram às 12 horas”, criticou Elaine de Moura Pereira.

Moradores da região do Santa Maria informaram que no Posto de Saúde naquela localidade as vacinas acabaram às 11 horas. No Posto do Monte Mor, a fila de espera teria sido de uma hora, em função da grande procura da população.

A Secretaria Municipal de Saúde, por volta das 15 horas deste sábado divulgou uma nota oficial em seu perfil no Facebook: “Considerando a grande procura da população prioritária para a vacinação de influenza; Considerando que Botucatu neste primeiro momento recebeu apenas um terço das doses solicitadas para a Secretaria de Estado da Saúde; Vimos por meio deste informar que foram feitas todas as 11 mil doses recebidas no dia de hoje. Aguardamos a chegada do novo lote de vacinas que está programado para chegar até o dia 09/05/2016 para continuarmos com a campanha em nossa cidade e completarmos a vacinação dos grupos prioritários. Informaremos a população assim que as vacinas estiverem novamente disponíveis. Contamos com a compreensão de todos”.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde informou que enviou para Botucatu a quantidade de vacinas que recebeu do Ministério da Saúde, mas que trabalha neste momento para que a vacinação contra a gripe ocorra normalmente, abrangendo todo o público-alvo previsto na campanha.

A Secretaria informou que mais doses da vacina foram solicitadas ao Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, visando abastecer todo o Estado. Já o Ministério da Saúde diz que enviou a quantidade pedida pelo Estado.

Devem tomar a vacina os grupos prioritários, recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS): pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto) e os funcionários do sistema prisional. As pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis também devem procurar os postos de saúde.

A meta em Botucatu é imunizar 80% dessa população, que em Botucatu se encontra dividida da seguinte maneira: 7.710 crianças, 1.408 gestantes, 6.333 trabalhadores da saúde, 231 puérperas e 17.392 idosos. Ou seja, uma população total de 33.074.

 

Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes