Chuva e frio fazem GCM intensificar ações da Operação Migrante em Botucatu

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O frio e a chuva que chegaram em Botucatu nesta semana, fez a  Guarda Civil Municipal (GCM) intensificar as ações da Operação Migrante. Através da  ronda e de ligações através do 199, a Guarda identifica pessoas em situação de vulnerabilidade social nas ruas e realiza o encaminhamento até a Central de Atendimento ao Migrante Itinerante Municipal (CAMIM). Nas últimas 24 horas foram atendidos 8 casos na cidade de pessoas que estavam dormindo nas ruas.

No local, as pessoas são recepcionadas com alimentação e um lugar digno para pernoitar. Além disso, são assistidas pela equipe de assistentes sociais, que  viabilizam tratamentos e oportunidades de melhoria de vida.

A ação complementa a campanha “Não dê esmolas, dê oportunidade ao morador de rua”, lançada pela Prefeitura de Botucatu, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social.

GCM operação migrante 1Essas ações têm por objetivo o atendimento humanizado aos migrantes, que na maioria das vezes são dependentes do álcool e das drogas.

Após atendimento no CAMIM, os moradores de rua podem receber tratamento adequado para se livrarem do vício e posteriormente, passar por qualificação por meio dos cursos já promovidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social em parceria com o SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), com a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho.

A campanha conta com o apoio das secretarias municipais de Saúde e Segurança e Direitos Humanos, da Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Civil, Polícia Militar, Arquidiocese Metropolitana de Botucatu e Conselho Municipal de Pastores.

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Segurança, somente em 2015 a GCM realizou 224 auxílios comunitários a pessoas em situação de vulnerabilidade social. Neste mês foram atendidas 33 pessoas no total.

 “A Operação Migrante implantada desde 2009 já atendeu mais de mil pessoas nas ruas da cidade e felizmente nenhum caso de morte por hipotermia foi registrado”, diz o Comandante Geral da GCM, Sérgio Luis Bavia.

Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes