Botucatu: Valores nas praças de pedágio da rodovia SP-255 já foram definidos

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

s valores das tarifas em cinco praças de pedágio instaladas na rodovia SP-255, em Boa Esperança do Sul, Jaú, Botucatu, Itaí e Coronel Macedo, já foram definidos pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e irão variar entre R$ 4,40 e R$ 7,20. O início da cobrança ainda não foi anunciado, mas, conforme antecipado recentemente pelo JC, a previsão é de que ocorra até o fim deste mês.

Na praça de pedágio de Boa Esperança do Sul, no Km 117 mais 220 metros, o valor será de R$ 7,20. Na de Jaú, no Km 165 mais 600 metros, a tarifa foi fixada em R$ 4,40, a mais baixa do trecho. Na cabine de Botucatu, no Km 229 mais 40 metros, o valor será de R$ 4,80. Na praça de Itaí, no Km 306, o pedágio custará R$ 5,20. O mesmo valor será cobrado em Coronel Macedo, no Km 331 mais 500 metros.

Os valores terão desconto de 5% para usuários que utilizam as cabines de cobrança eletrônica. Em nota a assessoria de imprensa da Artesp informou que o início da cobrança e os valores a serem efetivamente praticados nas praças da SP-255 dependem de homologação a ser feita pela Secretaria de Logística e Transporte, conforme prevê a legislação, em até 30 dias contados de 28 de dezembro de 2018.

Além da previsão de início da operação das cabines de pedágio para o fim deste mês, a Arteris ViaPaulista, concessionária responsável pela administração da SP-255, anunciou que a duplicação do trecho onde a via recebe o nome de Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, entre os quilômetros 83 mais 200 metros e 147 mais 300 metros, de Araraquara a Jaú, deverá começar no segundo trimestre deste ano.

As obras no trecho também incluem a construção de bases de Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU). O prazo de conclusão é de quatro anos e o investimento previsto é de R$ 338 milhões. No total, de acordo com a ViaPaulista, 286 quilômetros serão duplicados em 10 anos, com investimentos da ordem de cerca de R$ 1,8 bilhão, e 47 viadutos serão construídos ao longo de todo o trecho sob concessão.

PONTO A PONTO

O vereador de Barra Bonita Niles Zambelo Júnior (MDB), que encabeça um movimento pela implantação de sistema de cobrança de pedágio “ponto a ponto” na SP-255 para beneficiar os moradores da cidade e de Jaú que utilizam o trecho entre os dois municípios com frequência, conta que tem audiência marcada na Artesp no próximo dia 22 para discutir o assunto.

Na ocasião, ele irá entregar ao órgão resultado de consulta pública feita pelo Legislativo no ano passado com o objetivo de saber quantas pessoas seriam beneficiadas com o sistema. “O ponto a ponto é um sistema que está previsto no contrato de concessão da rodovia. Mas ele pode ser instalado a qualquer momento durante o contrato, que é de 30 anos”, diz.

“E ele pode ser colocado por iniciativa da própria concessionária ou por solicitação da Artesp. Nós vamos tentar conseguir primeiro através desse órgão do governo. E nós temos como pontos positivos essa previsão em contrato e o fato do atual governador ter declarado a intenção de colocar em todas as próximas concessões a instalação do ponto a ponto”.

Fonte: Jcnet

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes