Botucatu: Testemunha afirma que jovem foi agredida após queda da moto

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A morte da jovem Karen Moretti Evangelista, de 23 anos, encontrada com diversos ferimentos e traumatismo craniano próximo da Rodovia Marechal Rondon, na Cohab I em Botucatu, fez a Polícia Civil de Botucatu intensificar a investigação do caso.

De acordo com informações, uma testemunha afirmou em depoimento que Karen foi agredida com chutes e pontapés, após ter caído ou sido jogada da moto, conduzida por um motociclista de 26 anos.

Os dois teriam “ficado” após saírem de duas festas na região onde a vítima foi encontrada. O motorista afirma que Karen se jogou do veículo em movimento e que foi embora do local para buscar ajuda. Ele foi identificado e indiciado por lesão corporal, mas com a morte de Karen os rumos do caso podem mudar.

O Jornal Leia Notícias teve acesso ao relatório de atendimento da equipe de resgate do Corpo de Bombeiros. A mãe de Karen questiona o que causou os ferimentos que levaram a filha a óbito e pede por justiça.

Na certidão de atendimento, consta que Karen tinha diversos cortes, escoriações e contusões pelo corpo. Crânio, tórax e dorso estavam contundidos. Havia um corte contuso na cabeça e outro no braço esquerdo. Braços e pernas estavam machucados, assim como o tórax e o abdômen.

Família solicitou detalhamento do resgate

Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes