Botucatu: Morre o médico Marcos Augusto de Moraes Silva, um dos pioneiros da Faculdade de Medicina de Botucatu

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um dos pioneiros da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB) da Unesp, o professor Marcos Augusto de Moraes Silva morreu nesta segunda-feira, 24 de fevereiro, aos 73 anos. O acadêmico atuava como professor voluntário vinculado ao Departamento de Cirurgia e Ortopedia. O velório ocorrerá na terça-feira, das 8 as 16 horas no salão nobre da FMB, no campus de Rubião Júnior. O corpo será cremado em Botucatu.

Natural de Piracicaba, professor Moraes Silva teve a vida dedicada à medicina e educação, Marcos Augusto de Moraes Silva graduou-se ainda pela antiga Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu (FCMBB), em 1970, especializando-se em cirurgia cardiovascular feito residência médica pelo Instituto de Cardiologia do Estado de São Paulo (1975) e mestrado e doutorado em Bases Gerais da Cirurgia e Cirurgia Experimental pela Unesp (1979 e 1980, respectivamente).

Teve atuação também na representação docente junto à direção da FMB, tendo exercido também a função de responsável médico pela Enfermaria de Cardiovascular do Hospital das Clínicas de Botucatu, além de ministrar disciplinas em programas de residência médica da instituição. Foi sócio (fundador) da Associação dos Plantonistas do HC-FMB-Unesp.

Recebeu diversos prêmios acadêmicos e diplomas de reconhecimento dos serviços prestados à comunidade como a Moção de Reconhecimento pelo trabalho de desenvolvido como Supervisor do Hospital das Clínicas, entregue pela Câmara de Tietê em 1997; Votos de Congratulações e Aplausos pela Câmara Municipal de Botucatu (1997).

Fonte: Notícias Botucatu/Flávio Fogueral

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes