Botucatu: Mais de 1.500 testes de Covid foram destruídos no incêndio na Saúde, diz Secretário

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O incêndio que atingiu o almoxarifado e algumas salas da secretaria municipal de saúde na madrugada deste sábado, 11 de julho, causou a perda de mais de 1500 testes rápidos de covid-19, que seriam usados na comunidade. No entanto, o programa de checagem de coronavírus na população não deve sofrer interrupções ou atraso.

Esta é a previsão do secretário municipal de saúde, André Spadaro. Segundo ele, os kits eram de um lote enviado pelo governo federal e seriam utilizados em ações de levantamentos epidemiológicos. “Eram testes rápidos doados pelo Ministério da Saúde que são utilizados nos inquéritos epidemiológicos. Tínhamos uma quantidade reservada para a terceira fase do inquérito e o que preocupa são os kits de coleta PCR (que consiste em cotonetes) os quais estimaremos não somente os prejuízos financeiros, mas para garantir que não ocorra interrupção. Esta semana temos a previsão de receber mais kits, inclusive de doações”, salientou o secretário.

Além dos testes, outros materiais foram completamente perdidos como leite em pó, leite em caixa, álcool, álcool em gel, bem como móveis e documentos armazenados no espaço. As causas serão apuradas pela perícia, mas acredita-se que as chamas tenham se iniciado em um vagão abandonado na linha férrea adjacente ao depósito (atualmente a secretaria de saúde ocupa o antigo complexo de escritórios da extinta Fepasa).

Por Flávio Fogueral

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes