Botucatu: Hospitais da Cidade estão com 17 casos suspeitos de Covid-19 internados

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Os serviços de saúde de Botucatu atendem neste domingo, 29 de março, dezesseis casos com suspeitas para a Covid-19, doença respiratória aguda ocasionada por coronavírus. Desse total, doze estão no serviço público de saúde, atendidos pelo Hospital das Clínicas; e quatro na rede particular, no Hospital Unimed.

Boletim divulgado neste domingo pelo Hospital das Clínicas aponta que os doze pacientes suspeitos estão sob monitoramento na unidade específica para atendimento a Covid-19. Ao todo quatro pacientes são originários de Botucatu e oito de cidades da região.

Já no Hospital Unimed são cinco pacientes hospitalizados com suspeita de Covid19, todos de Botucatu.

No município já há um caso confirmado da doença, identificado pelo Hospital das Clínicas. Trata-se de uma mulher de 63 anos que se encontra na UTI, respirando com ajuda de ventilação mecânica. O quadro dela é grave, porém estável, segundo boletim da unidade de saúde. A confirmação de Covid-19 na mulher ocorreu por exames do próprio HC, que esperam pela validação do Instituto Adolfo Lutz.

Mortes suspeitas sob análise pelo HC

O Hospital das Clínicas registrou duas mortes suspeitas para Covid-19 nas últimas 24 horas. O primeiro é quanto a uma mulher de 80 anos, moradora de Botucatu, que faleceu no sábado, 28 de março, após apresentar quadro de insuficiência respiratória aguda.  A unidade aguarda o exame confirmatório e seus familiares e pessoas que mantiveram contato estão sob monitoramento.

O mais recente é de uma mulher de Arandu, que foi encaminhada à unidade após piora nos sintomas característicos da doença. A morte ocorreu por volta das 12 horas deste domingo, 29 de março. A paciente foi transferida do serviço de saúde aranduense ao HC após apresentar alguns dos sintomas característicos da doença (febre, tosse, coriza, dificuldade para respirar e for dores de cabeça). A paciente tem como agravante o fato de ser hipertensa e diabética. Inicialmente a mulher teve quadro febril, mas depois de alguns dias, teve piora brusca, sendo necessária a intervenção de respirador mecânico. No sábado a piora se acentuou resultando para óbito.

Como medida cautelar os serviços de saúde do município determinaram que 23 pessoas que tiveram contato com a mesma em isolamento domiciliar. Algumas apresentaram sintomas gripais.


Flávio Fogueral – Notícias Botucatu

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes