Botucatu: Frente de partidos de centro e esquerda em formação para Eleições de 2020

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Uma frente ampla de partidos de centro e centro-esquerda está sendo proposta para as eleições de 2020 em Botucatu. Tal frente ainda é embrionária e as conversas estão sendo feitas com o PDT, PSOL, PCdoB, PT e PCB, conforme informou, no último final de semana, o ex-vice-prefeito de Botucatu, Antônio Luiz Caldas Júnior, na Conferência Municipal do PCdoB, que elegeu o novo diretório municipal.

Conforme adiantou em entrevista na Rádio Clube FM, o ex-presidente da legenda, professor Caldas, o maior desenvolvimento dos últimos anos de Botucatu foram com governos de partidos de esquerda e centro-esquerda. Ele citou também os recursos destinados por parlamentares do PCdoB, que permitiu pavimentação de ruas e bairros da cidade, além de construção de projetos esportivos e culturais em Botucatu, como a Praça da Juventude e o conjunto poliesportivo “Heróis do Araguaia”. O PCdoB participou das gestões do PT e PSDB, aliança que elegeu o vice-prefeito.

“O PCdoB vai lançar candidatura própria para prefeito, vice e 17 vereadores, mas está aberto e interessados em avaliações com outras forças políticas sobre a construção de uma frente ampla”, afirmou Caldas, lembrando que o deputado Orlando Silva obteve 1,5 mil votos na cidade, na eleição de 2018. O partido vai fazer uma grande campanha de filiação nos próximos meses.

Questionado sobre o eventual candidato da frente, já que o PDT apresenta os nomes do ex-Prefeito Mário Ielo e da Vereadora Rose Ielo como possíveis candidatos da legenda, o ex-vice Prefeito afirmou que apesar dos nomes terem sido lançados pela legenda, não atrapalharia a discussão da frente ampla.

“O Partido deliberou pelo lançamento de candidatura própria do PCdoB ao Poder Executivo e abertura de diálogo com todas as forças progressistas e democráticas municipais, tendo em vista a formação de um amplo movimento pró-democracia e em defesa de políticas sociais e econômicas, inclusivas e geradoras de emprego e renda. Para o Poder Legislativo decidiu-se pelo lançamento de chapa própria com 17 candidatos, mobilizando seus militantes e promovendo novas filiações. Para cumprir essa meta eleitoral devemos programar um ciclo de reuniões destinado à elaboração de um plano de governo, para ser apresentado à sociedade e possíveis forças aliadas”, salientou Caldas.

Outros Partidos

Faltando um ano para as eleições municipais de 2020, a movimentação nos partidos políticos tem muitos interessados e poucos confirmados. No PDT a informação que circula é de que Rose Ielo deverá disputar a eleição para a Prefeitura. Mário Ielo, que foi duas vezes Prefeito de Botucatu, seria candidato a vice, mas não seria surpresa Mário ser candidato a prefeito e Rose Ielo, novamente, a vereadora.

No PSDB, partido que governa a cidade desde 2008, são citados como interessados na candidatura: Mário Pardini, que buscaria a reeleição, Izaias Colino, atual vereador, Júnior Cury, que foi Secretário. André Peres, atual vice-prefeito, e que está sem partido, também é citado como pré-candidato ou novamente como vice, onde o PSDB tem Junot de Lara Carvalho e André Curumim como possíveis vices. Nos meios políticos comenta-se que Izaias Colino poderia entrar no Podemos ou no PSB para disputar a eleição do ano que vem.

O PT confirmou que vai lançar candidato, ainda não definiu nomes, mas cita novamente o jornalista Erick Facioli e a professora Catia Pinho, como eventuais pré-candidatos.

Ainda existem nomes citados, como o de Caco Colenci, que disputou vaga de vice com Mário Ielo e atualmente está trabalhando na gestão da Prefeitura de São Carlos, e Lelo Pagani, que deve se filiar ao PTB.

Haroldo Amaral – Jornal Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes