Botucatu: Família confirma a morte de jovem encontrada após queda de moto

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Morreu no final da noite desta terça-feira (16) a jovem Karen Moretti Evangelista, de 23 anos, vítima de um acidente de moto no final da madrugada da segunda-feira (15), em Botucatu.

Karen foi encontrada em estado gravíssimo com traumatismo craniano, lesões na cabeça e uma fratura no pé, caída próximo da Rodovia Marechal Rondon, na região da Cohab I, onde a jovem residia.

Karen deixa dois filhos e familiares em Santa Maria da Serra, local em que será velada e sepultada.

A morte da jovem chegou a ser divulgada nas redes sociais na noite da segunda-feira, porém segundo a família, o óbito foi confirmado somente na noite de hoje.

Acidente suspeito

Amigos da vítima relataram que ela foi vista pela última vez na noite do domingo em uma festa, de onde saiu acompanhada de um homem em uma moto.

Abalada, a mãe da vítima tenta descobrir se a filha foi vítima de um acidente seguido de omissão de socorro ou de uma tentativa de homicídio.

Motorista identificado

A Polícia Militar de Botucatu identificou o homem de 26 anos, condutor da moto em que estava a jovem de 23 anos, Karen Moretti Evangelista, encontrada no final da madrugada desta segunda-feira (15), com traumatismo craniano e diversos ferimentos.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, a vítima foi encontrada na região da Cohab I, próximo da Rodovia Marechal Rondon, em Botucatu, e levada por uma unidade de resgate do Corpo de Bombeiros ao PS do HC de Botucatu.

O motorista nega ter sido responsável pela queda de Karen da moto. Ele afirma que durante o trajeto a jovem disse que iria pular e quando ele percebeu ela havia se jogado do veículo em movimento.

Sem bateria no celular, ele deixou a vítima desacordada e foi em busca de ajuda. Quando retornou, populares estavam no local e ele aguardou o resgate chegar.

Quando a Polícia chegou até o local dos fatos, o motorista já tinha voltado para casa onde foi encontrado pelos policiais. Ele prestou depoimento e contou a sua versão da história, foi indiciado por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor e liberado juntamente com a motocicleta.

Com a morte de Karen, a Polícia trabalha para identificar o que realmente houve no momento do acidente.

Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes