Botucatu: Algumas escolas estaduais estão sem aula. Professores protestam contra a Reforma da Previdência e o abono concedido pelo Governo

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Algumas das escolas estaduais de Botucatu tiveram suas aulas suspensas nesta terça-feira, 03. Os professores atenderam ao pedido de entidades do magistério, como APEOSP e CPP (Centro do Professor Paulista), e paralisaram para protestar contra a Reforma da Previdência, aprovada nesta terça, na Alesp, e o abono concedido pelo Governo Estadual para equiparação do piso nacional.

Em Botucatu, no total, são 14 escolas estaduais, mas não foram todas que tiveram as aulas paralisadas. Até o momento, o Jornal Leia Notícias foi informado que as escolas: Professor Manoel Patrício do Nascimento, no 24 de Maio, Sophia Gabriel, na Cohab I, e a Professor João Queiroz Marques não tiveram aulas.

Uma pessoa, ligada a Diretoria de Ensino, informou que outras escolas também não tiveram e não terão aulas nesta terça-feira, 03, porém outras os professores não aderiram a paralisação. A lista das escolas não foi divulgada. Os alunos estão sendo informados da paralisação no portão das escolas.

Os pais e responsáveis devem entrar em contato com as escolas para confirmar se haverá aula ou não.

A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo orientou que todas as escolas permaneçam abertas e que, em caso de eventuais faltas, o superior imediato irá analisar a justificativa apresentada, de acordo com a legislação.

Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes