Após ataques em Botucatu, prefeito pede resposta ao Governo do Estado e confirma cerca virtual de monitoramento com câmeras em 2020

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Prefeito de Botucatu, Mário Pardini, teve um en­contro com o Secretário Estadual de Segurança Pú­blica, General João Camilo Pires de Campos, onde reivindicou providências contra os atentados que estão sendo praticados pelo crime organizado na região. Conforme expli­cou, em Botucatu, Bauru, Laranjal Paulista, Areió­polis, Lençóis Paulista e outras cidades do Esta­do, estão sendo vitimas de ações ousadas e que levam a sensação de inse­gurança. “Botucatu, nos últimos 3 meses, não teve registrado casos de rou­bos, claro que existem ca­sos que tem atendimento das forças de segurança, mas não casos violentos como o que vimos na ma­drugada de quarta-feira, com bandidos fortemente armados que roubaram a Caixa, colocando em risco, além dos reféns que usa­ram para impedir ação da polícia, todos os morado­res do centro da cidade”, comentou o Prefeito em entrevista à Clube FM.

Pardini explicou que vai pedir uma providên­cia imediata para conter a onda de ataques na re­gião. “Temos uma cidade tranquila sim, claro que às vezes temos um ou ou­tro crime que chama mais a atenção. Nos últimos 3 anos já contabilizamos cerca de 16 ataques con­tra caixas eletrônicos e bancos em cidades da re­gião”.

Instalação de Câmeras

Após a violência regis­trada na última quarta-fei­ra, 11, com o assalto à CEF e roubo às Casas Bahia, Pardini confirmou que em 2020 haverá investimen­to na compra de câmeras de segurança, que serão instaladas em toda a ci­dade, principalmente nas vias de maior movimen­tação e prédios públicos. “Vamos fazer uma cerca virtual”, disse. “Já fizemos um planejamento com o Secretário Marcelo Emilio e a equipe da GCM. Vamos licitar e comprar câmaras que ajudarão identificar veículos furtados e fazer imagens de segurança na cidade. Não estamos rea­lizando esse investimento por conta do que ocorreu na última quarta-feira. Já tínhamos um planejamen­to e estamos trabalhando na viabilização econômica do projeto”, informou.

Pardini ressaltou que o projeto de instalação de câmeras já está sendo viabilizado. Ele citou que não basta ter apenas as câmeras digitais, mas é necessário a infraestrutu­ra dessa rede.

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes