750 deficientes para 99 apartamentos. Prefeitura de Botucatu vai explicar como será feita a seleção no Nova Cachoeirinha

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Depois de contabilizar cerca de 750 famílias, de Botucatu, que declararam ter algum tipo de deficiência física na inscrição para os 992 apartamentos do projeto habitacional “Nova Cachoeirinha”, financiada pela CEF/Minha Casa Minha Vida, a Administração Municipal, através da Secretaria Municipal de Habitação, decidiu contratar uma empresa especializada para a triagem e comprovação dos dados do cadastro inicial.

De acordo com o Secretário de Habitação, José Carlos Broto, a medida foi necessária para dar transparência ao processo de escolha dos deficientes que serão beneficiados. No total, mais de dez mil pessoas estão postulando um apartamento na região Leste de Botucatu. “Ainda estamos formatando o trabalho que realizaremos para atender aos deficientes físicos. Vamos seguir os critérios apontados pelo Minha Casa Minha Vida, na lei que regulamentou o projeto”, afirmou José Carlos Broto. “Tem muitas pessoas que declararam algum tipo de deficiência, mas existem algumas deficiências que não se enquadram na Legislação Federal do Minha Casa Minha Vida”, completou.

Segundo o Secretário de Habitação, o primeiro passo do encaminhamento da seleção das famílias será uma reunião com quem declarou ter algum integrante com deficiência física. “Cerca de 750 pessoas que se inscreveram declararam ter na família pessoa com algum tipo de deficiência. Temos 992 apartamentos e dez por cento deles, ou seja, 99 moradias serão destinadas a pessoas com deficiência física.

Vamos seguir rigorosamente os critérios do programa ‘Minha Casa Minha Vida’ nesse quesito. Têm pessoas, por exemplo, que declararam epilepsia como doença física, mas na lei não se enquadra esse tipo de situação. Por isso vamos reunir as 750 pessoas para explicar quem tem, de fato, direito e como será feito o encaminhamento”. Broto ressaltou que a transparência e o diálogo com os interessados será efetivado nos próximos dias.

“No momento estamos formatando como vamos conduzir esse processo, mas quero deixar claro que os que declararam deficientes serão convocados para nossos esclarecimentos em relação à lei e o que é entendido como deficiente físico”, salientou. Os apartamentos do Nova Cachoeirinha terão 47,22 m² e estão em fase de conclusão. Recentemente o Prefeito Mário Pardini divulgou, em seu perfil na rede social, imagens de alguns apartamentos que estão sendo finalizados, com azulejos no banheiro e cozinha, até o teto.

A entrega dos imóveis deve ocorrer até o final do ano e poderá contar com a participação do Ministro das Cidades, Alexandre Balby, que está agendando visita a Botucatu.

Jornal Leia Notícias Por Haroldo Amaral

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes