Botucatu: vacinação em massa ajuda a não elevar internações após disparada de casos de Covid

Na onda da disseminação da variante Ômicron, a cidade de Botucatu também assistiu a uma alta repentina nos casos confirmados de coronavírus desde dezembro.

Só que a disparada de 604% no número de casos não veio acompanhada do crescimento de hospitalizações, de acordo com dados divulgados pela prefeitura. Para a Secretaria municipal de Saúde de Botucatu, não houve aumento significativo de hospitalizações, à reboque da variante.

A justificativa é porque a cidade passou por uma campanha de vacinação em massa, com a vacina da AstraZeneca, e já possui 90% da população imunizada com as duas doses da vacina (66% com a dose de reforço).

Entre 10 de dezembro e 10 de janeiro, a cidade teve confirmados 514 casos de coronavírus, na esteira da disseminação da ômicron pelo mundo. Nos 30 dias anteriores a esse período, entre 10 de outubro e 10 de novembro, houve só 73 casos de coronavírus.

De acordo com a Prefeitura de Botucatu, há três moradores internados nos hospitais em tratamento contra a doença. Dois estão no Hospital da Unimed e um no Hospital das Clínicas.

Metropoles