Botucatu: Título Eleitoral para definir quem poderá ser imunizado na vacinação em massa? Prefeitura não confirma

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A forma como a Prefeitura de Botucatu irá conter a “invasão” de moradores de outras cidades na pesquisa inédita que vai realizar vacinação em massa contra a Covid-19, e avaliar a eficácia do imunizante de Oxford/AstraZeneca, distribuído no Brasil pela Fiocruz, contra novas cepas do coronavírus, está causando preocupação em parte da população.

Até o momento a Prefeitura não se pronunciou oficialmente sobre a decisão, a forma que fará a logística, mas nesta sexta-feira, 30, tem circulado pela Cidade a informação que a solução encontrada seria através do título eleitoral. Poderiam ser vacinadas as pessoas, com mais de 18 anos, com o título de eleitor de Botucatu.

Inclusive, as escolas, utilizadas para as eleições, com as separações das zonas eleitorais, seriam utilizadas para a aplicação das vacinas. Até o início da campanha de vacinação, o Tribunal Eleitoral não aceitaria pedidos de transferências de título eleitoral para Botucatu.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Comunicação da Prefeitura, que informou que ainda não há nenhuma definição e que a decisão sobre a forma da vacinação deverá ser tomada e divulgada na próxima semana.

Até novembro de 2020, Botucatu contava com 101.025 títulos eleitorais. Estariam aptos apenas os maiores de 18 anos.

Desde o início da pandemia, Botucatu soma 195 mortes de munícipes em função da Covid-19, segundo divulgado pela Prefeitura.

Jornal Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes