Botucatu: Tecnaut demite 15% de seus funcionários devido à crise do coronavírus

Mais uma empresa em Botucatu adotou medidas para redução de custos tendo em vista a possível retração da economia provocada pela pandemia de Covid-19 no país. A Tecnaut, metalúrgica voltada para a fabricação de auto-peças, promoveu esta semana a demissão de 15% do efetivo de seu quadro de funcionários.

A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Botucatu e Região, Luiz Claudio Guimarães da Silva (Claudio Beiço). Nessa leva foram 28 colaboradores que, segundo fontes, eram fixos e também em período de experiência.

Em comunicado enviado aos funcionários, o sindicalista frisa que há uma solicitação da entidade junto à direção da empresa para que as demissões sejam revistas, com a oferta de propostas que visem a proteção dos empregos.

“Sabemos que o momento é de extrema dificuldade, mais é possível sim através de acordos coletivos evitar as demissões, pois já conseguimos evitar em outras empresas da nossa cidade e região”, ressaltou o sindicalista.

Procurada, a fábrica não confirmou as informações, tendo em vista o feriado de 14 de abril e o expediente diferenciado.

A Tecnaut iniciou suas atividades em outubro de 1993, com o objetivo de atender as industrias náuticas . Em meados de 1997, mudou o foco se tornando uma Empresa Metalúrgica voltada para fabricação de peças e montagens de Kit´s para veículos automotores – tratores, colheitadeiras e equipamentos para construções (linha amarela).


Flávio Fogueral – Notícias Botucatu