Botucatu: Reunião discute urgência da restauração do Museu do Café, no Lageado, fechado desde fevereiro de 2020

Nesta quarta-feira, 15, foi realizada uma reunião na Prefeitura de Botucatu sobre a urgência da restauração do Museu do Café, na Fazenda Lageado, fechado desde fevereiro de 2020.

Participaram da reunião, no Gabinete do Prefeito Mário Pardini, o Deputado Federal Herculano Passos, sua esposa Rita Passos, ex-Deputada Estadual e ex-Secretária Estadual de Desenvolvimento Social, o vereador Lelo Pagani, Professor Dirceu Maximino Fernandes, Diretor da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp de Botucatu, Roberta Sogayar, Secretária Municipal do Turismo, e Vanda Mangili, assessora do deputado Herculano Passos.

De acordo com o vereador Lelo Pagani, o Deputado Federal Herculano Passos deu orientações de como encaminhar o projeto e a documentação. Herculano Passos faz parte da Comissão Federal de Turismo do Congresso Nacional.

Segunda informações da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp, câmpus de Botucatu, área histórica da Fazenda Experimental Lageado, incluindo o Museu do Café e o Terreiro de Café, está interditada para o público desde as fortes chuvas de fevereiro de 2020, que causaram danos estruturais em vários pontos dessa área.

Em 2013, o Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo), tombou a Área Histórica da Fazenda Lageado como patrimônio de interesse histórico, arquitetônico, artístico, paisagístico, ambiental e turístico.

A reunião ocorreu nesta quarta-feira, 15, na Prefeitura (vereador Lelo Pagani)

Jornal Leia Notícias

Scroll Up