Botucatu: Redução de 71% de casos de covid após vacinação em massa ganha destaque na imprensa nacional

Laboratório da vacinação em massa com o imunizante Oxford/AstraZeneca contra a covid-19, a cidade de Botucatu, no interior de São Paulo, mostrou uma redução de 71% nos casos da doença. O estudo está sendo feito pelo Ministério da Saúde.

O anúncio da queda dos casos foi amplamente divulgado nesta segunda-feira (28) pela imprensa nacional.

Os pesquisadores esperavam que a redução no número de casos de covid-19 começasse a partir da segunda quinzena de junho, o que se confirmou, segundo os dados. Segundo o G1, na última semana, encerrada no sábado (26), foram registrados 40 casos por dia, em média. Na semana anterior, o número era de 73 novos casos por dia, queda de 45%.

Em relação aos índices antes do início da vacinação em massa, a redução apresentada foi de 71,3%.

Responsável pelo estudo, o infectologista Carlos Fortaleza explicou que o imunizante ameniza os sintomas e, dessa forma, reduz a transmissibilidade do coronavírus. Consequentemente, caem também a taxa de internações e de mortes pela doença.

“A nossa expectativa é que após três, quatro semanas após a vacinação, quando o nosso organismo começa a criar os anticorpos eficazes nas pessoas, haja uma redução significativa dos casos, isso deve ocorrer em meados de junho”, explicou ao G1.

Os especialistas lembram que, mesmo com a vacinação em massa, é necessário continuar utilizando máscaras e mantendo o distanciamento social. A previsão é que a população comece a receber a segunda dose em agosto, após 12 semanas.

Entre os 148 mil habitantes de Botucatu, 120.405 receberam a primeira dose da vacina da AstraZeneca, o equivalente a 81% da população.

Fonte: Yahoo

Scroll Up