23 de julho, 2024

Últimas:

Botucatu: Radialista Brito Jr., vítima da Covid, será homenageado com nome de Rua em Rubião Júnior

Anúncios

A Câmara Municipal de Botucatu homenageou o jornalista e radialista Brito Júnior, que faleceu no dia 14 de agosto de 2020, vítima da Covid-19, com a aprovação do PL 26/2021, de iniciativa do vereador Sargento Laudo, denominando a Rua 4 do Loteamento Vida Nova Botucatu, em Rubião Júnior, como Rua Antônio Ribeiro de Brito.

“Brito tem trabalhos prestados e uma história no município de Botucatu, agradeço a família, que trouxe o pedido, fiquei muito feliz em poder homenageá-lo, temos as lembranças do Brito trabalhando, entrevistando, apresentando, uma pessoa bastante enérgica, temos a saudade e ao mesmo tempo a grata satisfação de ser reconhecia pela família que nos trouxe o pedido para que fizéssemos a homenagem” disse o vereador Sargento Laudo.

Anúncios

O vereador Lelo Pagani ainda completou “O Brito é merecedor, teve uma passagem breve por essa vida, foi muito cedo, mais uma vitima da covid, foi uma comoção no hospital das clinicas e na comunidade de Rubião Jr”.

Brito Júnior era radialista da Rádio FM Integração, em São Manuel, e da Rádio Educadora FM, em Botucatu.

Anúncios

História de Vida de Brito Jr.

Antônio Ribeiro de Brito nasceu no dia 04 de abril de 1975 na cidade Altônia-PR, chegou em Rubião Júnior, Botucatu, meses depois do seu nascimento. Antônio era o terceiro dos setes filhos de Severino José de Brito e Helena Ribeiro de Brito, irmão de José, Arnaldo, Odair, Luiz, Adilson e Adriana.
Antônio estudou na Escola Prof. João Queiroz em Rubião Jr., foi umas as pessoas mais conhecida do Distrito. Seu jeito espontâneo, carismático e comunicador fizeram dele umas das personalidades do Bairro. Antônio era muito presente na Paróquia do Distrito e ajudava nos eventos do centro comunitário. Ficou conhecido por vários apelidos e chegou a ser Rei Momo no Carnaval de Botucatu na década de 90.
Brito amava Rubião Jr, sempre alegre, fez muitas amizades, sempre disposto ajudar.
Por gostar muito de comunicação, Antônio foi pioneiro no bairro na questão de rádio amador, levou para o bairro o rádio amador. Amigos iam até a casa do seus pais só para poder se comunicar com pessoas de outros lugares.

Com tempo e por gostar muito dessa área,  Antônio sonhava em entrar no Rádio e ter a sua própria emissora, porém antes de conseguir realizar, trabalhou em diversos locais, na imobiliária Pimentel, Demaster e no Bar São José (Bar do seu Pai). Em 1997 conseguiu um trabalho na PRF-8 do saudoso Plinio Paganini e na Cultura FM. Lá ele começou como técnico de som e com tempo conseguiu um horário noturno. Na PRF8  começou a usar o nome artístico de Brito Jr. Ele levou esse nome até o final da sua Vida.
Em um desses horários noturnos, Brito inventou um programa que foi sucesso na época, junto com outro locutor ele entrava ao vivo,  falando que estava no morro de Rubião Jr, e lá via vários Extraterrestres. Os ouvintes da época gostavam muito.
Brito, Brito da Rádio ou até Britão, era como seus amigos e ouvintes lhe chamavam. Brito amava o Rádio e em 2002 conseguiu abrir sua própria  emissora na cidade de São Manuel, a Rádio Integração FM, a rádio ficou no gosto do povo, com jornalismo sério e imparcial e uma programação variada. Brito conseguiu fazer da rádio Integração FM ser líder absoluta na cidade. Brito sempre brigou e ajudou população de São Manuel. Tentou por duas vezes ser vereador, sendo a última em 2016 ficado como suplente, mesmo morando em São Manuel, Brito nunca parou de pensar em Botucatu e no seu querido Distrito, pois sonhava alto e queria muito ter uma rádio Botucatu e uma rádio diferente que ajuda-se a comunidade. Depois de muita luta, em 2010, Brito conseguiu fundar uma emissora de rádio em Botucatu, a Educadora FM. Seu estúdio era Rubião Jr, onde ele tanto amava. B

rito era uma pessoa sem igual, abriu as portas para diversos profissionais que hoje estão no rádio. Nas Rádio Educadora e Integração ele abriu o espaço para comunidade ter voz e assim fazer com que a comunidade pudesse ter seu espaço. Ajudou também várias pessoas a conseguir realizar seus sonhos em ter uma rádio em diversas cidades. Era considerado um dos melhores comunicadores e jornalista da região. Referência do rádio, sabia de tudo sobre rádio, desde da documentação a parte técnica. Seu último projeto fundou a fundação BRITO JR DE RADIO E TV. Brito era um dos jornalista mais requisitados na região, sempre com sorriso aberto parecia que nunca estava triste. Um menino que sonhou e conseguiu realizar seus sonhos e deixou um legado e uma história. Hoje ele é lembrando por todos amigos, seja em Botucatu, ou em São Manuel.
Infelizmente Brito foi embora cedo demais, faleceu dia 14 agosto de 2020, vítima da Covid-19.

Jornal Leia Notícias

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios CSC, registrador de domínio de classe empresarial e líder mundial na mitigação de segurança de domínio, sistema de nomes...

Categorias