Botucatu: Prefeitura recebeu cerca de 200 queixas de cabos e fios soltos de energia e telefonia neste ano

Até outubro, 194 queixas sobre cabos e fios soltos na rede elétrica e de prestação de serviços de telecomunicação foram registradas pela Defesa Civil de Botucatu. O número consta em levantamento efetuado a partir de denúncias de moradores e também de iniciativa própria do Poder Público em diferentes fiscalizações.

Em diversas regiões, seja no Centro ou em bairros, é possível encontrar estes materiais junto ao chão ou mesmo sem a devida colocação. Um dos casos mais recentes é a da fiação com desnível na Praça Coronel Moura (Paratodos), no largo do Teatro Municipal “Camillo Fernandes Dinucci”. Devido a troca de um poste e atualização da rede de cabeamento de serviço de internet, os materiais estão a poucos centímetros das cabeças e pedestres. Em algumas das fachadas, os cabos foram amarrados de improviso para que nenhum incidente ocorresse. No Teatro Municipal, a fiação está acima da marquise acima da bilheteria.

Procurada, a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), salientou que procuraria as demais empresas para que os reparos fossem feitos ainda no início da semana. Encontrar  fios e cabos soltos pelas calçadas e ruas de Botucatu têm se tornado cada vez mais comum. O fato, por sinal, tem motivado ações do próprio Poder Público, seja no Executivo quanto no Legislativo. 

A Câmara Municipal, em algumas oportunidades, tem cobrado as prestadoras de serviço resolvam a situação. Em março uma reunião entre vereadores e representantes da Vivo e CPFL, em fevereiro e março, respectivamente, solicitava que as empresas otimizassem a resolução de quedas de cabos e fiação. Alguns vereadores, periodicamente, apresentam requerimentos cobrando manutenção das empresas. 

Além das conversas entre prestadores de serviços e vereadores, houve também penalidades por parte da Prefeitura Municipal.  Em 2020, por exemplo, foram protocolados 50 ofícios junto à CPFL quanto à situação. Já no mês de fevereiro deste ano o Executivo municipal multou a Claro em mais de R$ 2 milhões por cabos soltos pela área urbana. No mesmo mês foi a Vivo/Telefônica receber R$ 6 milhões em penalidades por problemas relativos a tais materiais. 

Onde reclamar

Em caso de denúncia de fios soltos, moradores devem entrar em contato com a Defesa Civil, por meio do telefone 199. Se a fiação tiver relação direta com a CPFL, as reclamações podem ser feitas pelo 0800-010-1010.

Jornal Leia Notícias – Flávio Fogueral

Scroll Up