Botucatu: Prefeitura pretende distribuir máscaras para toda a população. Projeto ainda depende de recursos financeiros

A Prefeitura de Botucatu está analisando a possibilidade de contratar empresas na Cidade para a produção de aproximadamente 150 mil máscaras protetoras, para distribuir à população na retomada gradual do comércio e serviços, fortalecendo barreiras contra a Covid-19 e estimulando o distanciamento social.

O desejo da Administração Municipal é entregar, ao menos, uma máscara para cada cidadão, mas a ideia, neste momento, esbarra na questão financeira.  Pardini diz que a intenção é tornar obrigatório o uso de máscaras protetoras enquanto durar a pandemia.

“Estamos tentando levantar todos os recursos financeiros para isso. Temos um bom recurso feito com doações de alguns empresários, que já ajudaram em fevereiro, e agora eles estão contribuindo para comprarmos um número significativo de máscaras, mas ainda não temos todos os recursos”, afirmou Pardini.

O Prefeito ressalta que as máscaras serão importantes aliadas da saúde na retomada das atividades econômicas nos setores não essenciais, como lojas varejistas e serviços, a partir do próximo dia 1º de maio. “Temos o Decreto que permite a retomada dos setores não essenciais a partir de 1º de maio, com atendimento de ‘drive thru’ e limite de metragem quadrada para as lojas, por isso as máscaras serão importantes”, disse.

Pardini alega que as máscaras serão as barreiras ao vírus nessa etapa de controle da pandemia. “Queria entregar uma máscara para cada cidadão, ainda não temos todos os recursos, mas vamos pensar nas famílias com menos recursos. Por exemplo, tem família que tem até dez pessoas e a compra das máscaras pode pesar, e por isso estamos trabalhando nessa alternativa”.

Haroldo Amaral – Jornal Leia Notícias

Últimas

Brasil vence a França no vôlei masculino

01 ago 2021

A vaga já estava garantida. Mas, em um clássico, isso pouco importa. Neste domingo, o Brasil...

Categorias

Scroll Up