Botucatu: Prefeitura descarta receber Carreta do Estado que realizaria Mamografia gratuitamente. “Não há demanda reprimida”, diz Secretário de Saúde

Botucatu não receberá mais a carreta do Programa Mulheres de Peito, da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, que foi anunciada no último mês pelo Deputado Estadual Fernando Cury, para ficar em Botucatu, entre os dias 29 de março e 9 de abril, e que realizaria gratuitamente o exame de mamografia em mulheres com idades de 50 a 69 anos, sem a necessidade de pedido médico.

A Prefeitura de Botucatu, de acordo com o Secretário Municipal de Saúde, Dr. André Spadaro, abriu mão de receber a carreta. Segundo o Poder Público, a Cidade já tem um contrato com o Centro de Mama para realizar o exame gratuitamente nas mulheres e não há demanda reprimida para mamografia em Botucatu nos últimos anos.

“O município de Botucatu dispõe de um contrato com o Centro da Mama para realização de mamografias gratuitamente para as munícipes, mulheres de 40 anos ou mais. Desta forma, não há demanda reprimida para mamografia nos últimos anos, não há fila para agendamento. Comunicamos esse fato à Secretaria Estadual de Saúde, assim como em anos anteriores, para que se disponibilize a carreta para outros municípios que apresentem essa demanda”, explicou o Secretário de Saúde de Botucatu.

A carreta da mamografia do Governo de São Paulo também atenderia mulheres mais jovens, mas, neste caso, seria obrigatório levar o pedido médico (que poderia ser emitido por profissional da rede pública ou particular), além do RG e do cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo e o mais comum entre as mulheres, representando uma das principais causas de morte quando diagnosticado em estágio avançado. A mamografia tem papel fundamental na detecção precoce da doença – fato crucial para a cura.

Jornal Leia Notícias